Notícias | Dia a dia
Thiem joga mal e acaba surpreendido por italiano
22/02/2020 às 14h59

Mager precisou sacar duas vezes para o jogo até enfim confirmar sua maior vitória da carreira

Foto: Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - Após dois jogos sofridos nas primeiras rodadas, o austríaco Dominic Thiem enfim sucumbiu no Rio Open, sendo eliminado nas quartas de final do torneio. Nem mesmo a chuva que interrompeu sua partida contra o quali italiano Gianluca Mager foi capaz de ajudar o atual número 4 o mundo. No complemento do jogo neste sábado, ele foi superado com parciais de 7/6 (7-4) e 7/5, depois de 1h55 de partida.

O austríaco mais uma vez teve um começo lento, repetindo o que acontecera contra o espanhol Jaume Munar. Também se repetiu a história do primeiro set, com o atual número 4 do mundo decidindo no tiebreak e mais uma vez levando a pior. A situação de Thiem ficou ainda mais complicada com a quebra que acabou sofrendo logo no terceiro game do segundo set.

Mager sequer teve a chance de tentar confirmar o serviço em seguida para abrir 3/1, uma vez que a chuva voltou a apertar no Rio e forçou a interrupção do jogo, que voltou apenas no dia seguinte. Thiem mostrou um nível ainda mais baixo no retorno à quadra e teve pouquíssimas chances para tentar uma virada. Com uma direita sem potência e a esquerda quase só com slices, ele viu o rival italiano sólido e abrindo poucas brechas.

O único momento de baixa de Mager se deu no décimo game, quando sacou para o jogo pela primeira vez e sentiu um pouco a pressão, sofrendo a quebra. Só que logo em seguida Thiem mais uma vez perdeu o saque e o italiano foi de novo para os serviços para fechar. Desta vez ele manteve a firmeza e selou o maior triunfo da carreira.

Com a campanha desta semana no Rio, o italiano de 25 anos deverá entrar no top 100 pela primeira vez. Atual 128 do mundo, Mager vai subindo provisoriamente para o 100º posto com a semi. Ele poderá ganhar ainda mais terreno se superar o lucky-loser húngaro Attila Balazs, que derrotou o espanhol Pedro Martinez de virada, com parciais de 2/6, 6/4 e 6/2.

A semifinal entre Balazs e Mager será um reencontro do encontro entre eles no qualificatório. Se o primeiro embate valia um lugar na chave principal, e acabou nas mãos do italiano, desta vez vale a vaga na final do torneio, com o húngaro tentando a revanche.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis