Notícias | Dia a dia
Rybakina mantém embalo e alcança a 4ª final no ano
21/02/2020 às 13h00

Rybakina marcou sua 19ª vitória em 22 jogos disputados no ano

Foto: Divulgação

Dubai (Emirados Árabes) - Jogadora que mais venceu neste início de temporada do circuito feminino, Elena Rybakina manteve a rotina de bons resultados em 2020 e alcançou sua quarta final em 2020. Ela garantiu vaga na decisão do Premier de Dubai depois de vencer a croata Petra Martic, número 15 do mundo, em dois tiebreaks, com parciais de 7/6 (7-5) e 7/6 (7-2).

Rybakina marcou sua 19ª vitória em 22 jogos disputados no ano. A jovem cazaque de 20 anos e número 19 do mundo está com o melhor ranking da carreira e pode saltar para o 16º lugar em caso de título. Ela também é a quarta colocada na corrida por uma vaga no WTA Finals.

Só neste começo de ano, Rybakina já foi campeã em Hobart e vice em Shenzhen e também no Premier de São Petersburgo, disputado na semana passada. Ela disputará sua sexta final no circuito e busca o terceiro troféu. Sua próxima rival virá do jogo entre a romena Simona Halep e a norte-americana Jennifer Brady.

A evolução da jovem cazaque no ranking é notória. Há um ano, ela aparecia apenas no 196º lugar. Rybakina só debutou no top 100 no dia 22 de julho, depois de conquistar seu primeiro título de WTA em Bucareste. Ela encerrou o ano passado na 36ª posição.

Durante a ótima semana em Dubai, Rybakina já eliminou duas jogadoras do top 10. Na primeira fase, ela derrotou Sofia Kenin, número 7 do ranking e campeã do Australian Open. Já nas quartas de final, passou pela terceira colocada Karolina Pliskova.

Na equilibrada semifinal contra Martic, a jovem cazaque precisou salvar set points nas duas parciais. Firme na construção dos pontos do fundo de quadra, Rybakina soube lidar com as variações táticas da adversária e liderou a estatística de winners por 32 a 23, além de terminar o jogo com 23 erros não-forçados contra 18 da rival. Foi um jogo tão equilibrado que cada tenista venceu 97 pontos. 

O primeiro set teve duas quebras para cada lado e Martic chegou a liderar por 5/3, mas perdeu a chance de sacar para fechar. Na parcial seguinte, a croata abriu 3/0 e cedeu o empate no oitavo game. Ainda assim, a experiente atleta de 29 anos teve um set point quando vencia por 6/5. Nos dois tiebreaks, Rybakina abriu vantagem logo no início e soube sustentar a liderança.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis