Notícias | Dia a dia
Duelo brasileiro termina em glória e frustração
21/02/2020 às 12h25

Orlandinho e Rafa lamentaram a chance perdida de poder alcançar uma semifinal de ATP 500 nas duplas

Foto: Fotojump
Felipe Priante

Rio de Janeiro (RJ) - O confronto pelas quartas de final do Rio Open que reuniu duas duplas 100% brasileiras acabou em um misto de frustração e glória. Enquanto o cearense Thiago Monteiro e o paulista Felipe Meligeni saíram de quadra empolgados com a vitória, os gaúchos Orlando Luz e Rafael Matos não evitaram transparecer a cara de frustração com a chance de terem um grande resultado.

“Agora está um pouco amargo ainda, mas desfrutamos dois dias entre uma partida e outra. O momento é duro, mas amanhã ou daqui dois dias poderemos estar felizes com o resultado. De qualquer forma saímos com uma dor de que poderíamos ter ido mais longe. Era uma oportunidade muito boa, jogo de quartas de final de um ATP 500. As condições de quadra aqui são mais lentas e eles conseguiram trazer bastante para simples o jogo”, analisou Rafa.

“Perdemos essa chance de ir longe depois de ganhar dos caras e por isso ficamos frustrados. Claro que a parte do dinheiro conta, mas não é isso que importa mais. Dava para ir mais longe e infelizmente não deu hoje. Fizemos as jogadas, mas simplesmente não caiu para nosso lado”, completou Orlandinho.

Responsáveis pela eliminação dos colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah na estreia, os gaúchos deixaram passar a chance de embalar na competição e alcançar uma ótima semifinal de ATP 500. A vaga acabou nas mãos de Monteiro e Meligeni, que agora terão pela frente na semifinal o espanhol Marcel Granollers e o argentino Horacio Zeballos, cabeças de chave número 3.

“Temos uma pedreira na próxima rodada, mas vamos entrar soltos e fazer o que sabemos”, comentou Felipe. “É sempre bom estar vivo no torneio, independente se for em duplas ou simples. Você ganha confiança para os próximos jogos também”, acrescentou Monteiro. Os dois estarão em ação às 17h desta sexta-feira na quadra 1. Logo na sequência o mineiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot fazem a segunda semi do dia.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis