Notícias | Dia a dia
Thiem ainda tenta recuperar seu melhor no saibro
21/02/2020 às 07h30

Thiem mais uma vez não teve facilidade, mas venceu outra no Rio e está nas quartas de final

Foto: Fotojump
Felipe Priante

Rio de Janeiro (RJ) - Embora o saibro seja o piso preferido do austríaco Dominic Thiem, seu desempenho neste Rio Open ainda está abaixo do que pode apresentar e ele mesmo reconhece isso. O principal candidato ao título no torneio acredita que ainda tenha que buscar uma evolução e espera que mais uma vitória e um tempo a mais para seguir jogando possam ajudá-lo nessa empreitada.

Nesta quinta-feira, ele passou pelo espanhol Jaume Munar em outra batalha de três sets, com parciais de 6/7 (5-7), 6/3 e 6/4. “Jaume fez uma grande partida, não me deu ponto algum de graça. Com certeza não estava no meu melhor dia, não consegui alcançar o nível que mostrei na Austrália, mas é normal, pois é meu primeiro torneio no saibro desde agosto”, comentou o austríaco.

“Sinto que ainda não estou na melhor forma, mas vencer é importante, lutei até o fim e estou orgulhoso do que fiz. Não comecei bem, mas consegui crescer quando tive um set e uma quebra atrás. Senti um click no meu corpo e elevei o nível a partir de então e coloquei mais energia no jogo para buscar a virada”, complementou Thiem.

Seu próximo adversário na competição será o italiano Gianluca Mager. “Ele tem mais partidas no saibro do que eu neste ano, já venceu quatro jogos até então aqui no torneio e vai estar cheio de confiança. Além disso, não vai ter nada a perder e por isso será duro e perigoso, por isso preciso elevar meu tênis”, observou.

Thiem falou que o problema no joelho é coisa do passado e garantiu não ter sentido dor alguma. Ele também lamentou a ausência do suíço Roger Federer, que passou por uma pequena cirurgia no joelho e só voltará a competir na grama. “Assim como todo mundo, eu adoro vê-lo jogar no circuito e por isso fico triste que ele não vá jogar até Wimbledon. Será triste não o ver nas próximas semanas, mas quando voltar será muito bom”.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva