Notícias | Dia a dia
Wild joga muito e perde para Coric no detalhe
20/02/2020 às 21h37

Wild teve grande desempenho com o primeiro serviço, vencendo 77% dos pontos disputados

Foto: Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - Depois de conseguir uma incrível vitória na primeira rodada do Rio Open, o jovem paranaense Thiago Wild fez mais um grande jogo, deu enorme trabalho ao croata Borna Coric, mas acabou perdendo no detalhe. A eliminação do brasileiro de 19 anos veio apenas no tiebreak do terceiro set, caindo com parciais de 6/3, 1/6 e 7/6 (7-5).

Classificado para as quartas de final, Coric terá pela frente o italiano Lorenzo Sonego, que mais cedo surpreendeu o sérvio Dusan Lajovic, cabeça de chave número 2. Será a primeira vez que os dois medirão forças no circuito.

O primeiro set começou melhor para Coric, que já no quarto game conseguiu a primeira quebra do jogo. Wild ainda esboçou uma reação e devolveu o break no sétimo, mas ele sequer chegou novamente à igualdade, já que no oitavo voltou a perder o serviço. O croata então sacou para o jogo, salvou três break-points e fez 1 a 0 no placar.

Wild não se abateu com a desvantagem e foi com tudo para cima do rival na segunda parcial. Mostrando um grande tênis, o paranaense não tomou conhecimento do atual 32 do mundo, conquistou duas quebras seguidas depois do 1/1 e arrancou para o empate ao marcar 6/1 para cima do quinto mais bem cotado ao título no Rio.

A parcial que definiu o vencedor foi a mais equilibrada de todas, com Wild perdendo um break-point no sétimo game e três no 11º, quando viu Coric sair de um 0-40. Os dois foram então ao tiebreak, no qual o croata largou melhor e venceu os quatro primeiros pontos. O brasileiro reagiu e chegou a empatar em 4-4, mas não manteve o ritmo até o fim e foi derrotado com um erro não forçado.

Mesmo saindo derrotado de quadra, Wild terminou a partida com mais bolas vencedoras do que o rival (30 a 29) e menos erros não forçados (15 a 22). Ele também teve bons números com o saque, somou 8 aces, colocou 67% das primeiras bolas em quadra e com elas venceu 77% dos pontos. Coric avançou apesar de ter conseguido menos pontos no geral (86 a 93) e menos games (13 a 15).

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis