Notícias | Dia a dia
Muguruza perde chances e leva a virada em Dubai
20/02/2020 às 12h46

Muguruza sofreu apenas sua terceira derrota em 16 partidas no ano

Foto: Divulgação

Dubai (Emirados Árabes) - Um dia depois de ter passado por um bom teste de três sets pelas oitavas de final do WTA Premier de Dubai, Garbiñe Muguruza se despediu da competição nas quartas. A ex-número 1 do mundo até começou bem, mas levou a virada da norte-americana Jennifer Brady, 52ª colocada no ranking, com parciais de 6/7 (5-7), 6/3 e 6/4 em 2h09 de partida.

Brady já havia derrubado a bicampeã Elina Svitolina na rodada de estreia. A norte-americana de 24 anos também eliminou do torneio a canhota tcheca Marketa Vondrousova, 17ª do ranking e finalista de Roland Garros. No início deste ano, ela bateu a líder do ranking Ashleigh Barty em Brisbane. Sua adversária na semi virá da partida entre a romena Simona Halep e a bielorrussa Aryna Sabalenka.

Já Muguruza sofreu apenas sua terceira derrota em 16 partidas disputadas neste início de ano. Finalista do Australian Open há pouco mais de duas semanas, a espanhola de 26 anos e 16ª do ranking também atingiu a semifinal em Shenzhen e as quartas em Hobart, onde precisou desistir do torneio por motivo de doença. Uma das vitórias da espanhola em Dubai foi sobre a belga Kim Clijsters, que voltava às quadras após sete anos.

Espanhola foi agressiva, mas não aproveitou as chances
O baixo aproveitamento nos break points custou caro para Muguruza. A espanhola teve dez oportunidades de quebra, mas só concretizou uma delas. Por sua vez, Brady conseguiu quebrar quatro vezes o serviço de sua adversária, com apenas seis break points. Muguruza liderou a estatística de winners por 30 a 22 e cada jogadora cometeu 22 erros não-forçados.

A primeira quebra da partida favoreceu Brady, que chegou a liderar o set inicial por 5/2. Muguruza buscou a reação justamente quando a rival sacava para fechar e conseguiu definir a parcial no tiebreak. O segundo set começou com domínio das sacadoras e Muguruza desperdiçou o break point que teve já no sexto game. Depois disso, a espanhola teve o serviço quebrado duas vezes seguidas.

Já na parcial decisiva, Muguruza vinha mantendo seus games de serviço com tranquilidade e sem enfrentar break points, mas não aproveitou nenhuma de suas três chances de quebra. As oportunidades perdidas foram determinantes para o resultado final. Brady encaixou boas devoluções no último game de serviço e contou com erros da espanhola para definir a vitória em três sets.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva