Notícias | Dia a dia
Davidovich lamenta chances perdidas contra Wild
18/02/2020 às 15h25

Davidovich reclamou bastante da torcida durante a partida, mas preferiu não comentar o assunto após o jogo

Foto: Fotojump
Felipe Priante

Rio de Janeiro (RJ) - Embora seja um ano mais velho e tenha um ranking superior, o espanhol Alejandro Davidovich acabou superado pelo paranaense Thiago Wild na noite desta segunda-feira, em partida válida pela primeira rodada do Rio Open. Frustrado com o resultado, o tenista de 20 anos e atual 90 do mundo lamentou bastante as chances perdidas.

“Foi uma partida com muita tensão, em um nível muito alto. Tive minhas oportunidades e não consegui aproveitá-las”, contou Davidovich, que perdeu três match-points quando Wild sacava em 5/6 no segundo set. Em um deles, o espanhol acabou caindo em cima da rede ao tentar buscar uma deixadinha de voleio muito bem executada.

“Era um ponto tenso, porque era um match-point, mas queda não me atrapalhou em nada. Ele jogou três pontos incríveis e foi isso que aconteceu”, falou o espanhol, que se limitou a analisar o jogo e preferiu não comentar o comportamento da torcida, com a qual se desentendeu algumas vezes durante o duelo com Wild.

Davidovich disse também que apesar do jogo ter sido o mais longo do Rio Open, precisa se acostumar com isso. “Jogamos três sets, mas em Roland Garros os jogos são melhor de cinco. Foi um jogo tenso, com muita umidade e por isso tive um pouco de cãibras durante o segundo set, mas coloquei na cabeça que lutaria até o final", finalizou o espanhol.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis