Notícias | Dia a dia
'Foi uma vitória maiúscula', destaca técnico de Wild
18/02/2020 às 14h52

João Zwetsch e o pupilo Thiago Wild celebraram bastante a maior vitória do paranaense até então

Foto: Fotojump

Rio de Janeiro (RJ) - Depois de conquistar sua primeira vitória em nível ATP, no Brasil Open do ano passado, em 2020 o paranaense Thiago Wild deu um salto maior e venceu a primeira em um ATP 500, superando a estreia no Rio Open, batendo na noite de segunda-feira o também jovem Alejandro Davidovich de virada no jogo que bateu o recorde de duração do torneio.

“Foi um jogo meio épico, uma maratona. Além de ter durado bastante, o nível técnico foi alto e isso é muito legal pelo lado do Thiago, que conseguiu manter uma consistência de jogo por mais de 3h30. Claro que haverá oscilações, mas faz parte em um jogo tão longo”, comentou João Zwetsch, treinador do tenista de apenas 19 anos.

“Foi uma vitória maiúscula e importante, mostrou que ele tem garra e coração. Apesar de o cara ter catimbado o tempo inteiro, ele segurou firme e se manteve no jogo. Tudo isso é importante para um garoto como ele construir as coisas para o futuro”, complementou o treinador, que comemorou muito com seu atleta após as 3h50 de luta na quadra central do Jockey Club Brasileiro.

Nesta terça-feira, Wild conhecerá seu próximo adversário, que sairá do confronto envolvendo o croata Borna Coric, quinto mais bem cotado ao título no ATP 500 carioca, e o argentino Juan Ignacio Londero. “Agora é descansar legal e se preparar da melhor maneira possível para o jogo de quarta-feira", finalizou Zwetsch.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis