Notícias | Dia a dia
Coric afirma ter expectativas baixas e foca 1º jogo
15/02/2020 às 17h21

Coric é um dos principais favoritos na chave do Rio Open, mas chega em baixa para a competição

Foto: Fotojump
Felipe Priante

Rio de Janeiro (RJ) - Embora seja um dos nomes mais badalados dessa edição do Rio Open, o croata Borna Coric não vem em grande momento no circuito, vencendo apenas uma partida até então na temporada, na ATP Cup. Eliminado na estreia no Australian Open e no ATP 250 de Buenos Aires, ele vai iniciar sua campanha no ATP 500 carioca pensando apenas na estreia.

“Não tenho muito a esperar do torneio porque não estava jogando bem, estou sem expectativas. Quero trabalhar o mais duro possível, focar nos meus treinos e ver o que posso fazer. Quero tentar dar a volta por cima, vou focar no meu primeiro jogo. Fiz uma boa pré-temporada, não tive um bom começo e não sei o que não funcionou. Espero conseguir achar o meu caminho”, afirmou o croata.

Atual número 31 do mundo, Coric vem ao país pela terceira vez na carreira. Ele jogou as Olimpíadas do Rio, em 2016, e um ano antes encarou o Brasil na Copa Davis em Florianópolis. “Minha experiência nos Jogos Olímpicos não foi boa, pois perdi logo na estreia. Não conheci muita coisa além da vila olímpica, mas falei com outros atletas e me disseram que a cidade é sensacional”, disse Coric.

“Fui ao Pão de Açúcar ontem e gostei muito do que vi, essa natureza em meio à cidade”, complementou o croata de 23 anos, que luta para tentar se estabelecer entre os melhores do mundo. “Tem algumas coisas que posso melhorar, mas se soubesse exatamente o que preciso fazer para conseguir isso eu já teria feito. Preciso jogar um tênis um pouco melhor. Já consegui grandes resultados, mas nunca por duas ou três semanas seguidas”, comentou.

Sobre a decisão de vir ao Rio Open pela primeira vez, o croata explicou os motivos que o fizeram escolher o torneio. “Você pode ficar jogando na Europa no indoor ou na América do Norte no duro descoberto. Tenho bons resultados no saibro e estou me sentindo bem neste piso. Embora os torneios europeus nessa época sejam mais convenientes para mim, não sou muito fã de jogar nessas condições e por isso resolvi tentar algo diferente e ver como jogo”, finalizou Coric.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva