Notícias | Dia a dia
Halep reclama da organização do tênis na Romênia
14/02/2020 às 14h16

Bucareste (Romênia) - Ex-número 1 do mundo e dona de dois títulos de Grand Slam, a romena Simona Halep resolveu abrir a boca para cutucar a federação de seu país a se movimentar. Para a atual vice-líder do ranking da WTA, não estão aproveitando o bom momento do tênis romeno para investir nas gerações futuras

“Não sou tenista apenas para mim, mas também para as novas gerações. Elas precisam urgentemente de infraestrutura, algo que está faltando em nosso país. Precisamos urgentemente de um centro esportivo para receber todos os jogos da Fed Cup”, afirmou a romena em nota publicada no site Punto de Break.

“Há muitas crianças que precisam de apoio financeiro, especialmente quando se trata de tênis, que é um esporte caro. Eu realmente faço um apelo para a causa da infraestrutura no tênis. Vivemos momento de resultados excelentes, mas não fazemos nada pelo progresso”, lamentou Halep.

Para a atual número 2 do mundo, as coisas em seu país não estão funcionando direito. “É frustrante que a Federação Romena de Tênis, ao meu ver, não faça nada sobre esse assunto. É frustrante, para mim, ter tantos bons resultados, sendo número 1 do mundo e ver que nosso governo também não ajuda em nada”, falou a romena.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis