Notícias | Outros
Natan lidera vitórias dos favoritos no Banana Bowl
13/02/2020 às 18h10

Bruno Kuzuhara nasceu no Brasil, mas joga pelos Estados Unidos no circuito juvenil

Foto: Luiz Candido/CBT

Criciúma (SC) - Os seis primeiros cabeças de chave do Banana Bowl estão entre os oito classificados para as quartas de final da chave masculina no tradicional evento ITF JA, que está em sua 50ª edição. Entre eles, o baiano Natan Rodrigues será o representante brasileiro na disputa pelo título nas quadras de saibro da Sociedade Recreativa Mampituba, em Criciúma (SC).

Natan chega às quartas de final sem ter perdido um set sequer na competição. Principal cabeça de chave do torneio e 16º colocado no ranking mundial juvenil, o baiano de 18 anos venceu nesta quinta-feira o espanhol Angel Melgar por 6/2 e 7/5. Seu próximo adversário será o francês Martin Breysach, 25º do ranking e cabeça 5 do torneio.

A torcida local também pode torcer por Bruno Kuzuhara. O jovem com nome de brasileiro e sobrenome de japonês nasceu em São Paulo, mas mora nos Estados Unidos desde a infância, defendendo o país norte-americano em competições internacionais. Com apenas 15 anos, ele já é o 69º do ranking juvenil com atletas até três anos mais velhos. Nesta quarta, ele venceu o paulista Nicolas Zanellato por 7/6 (7-4) e 6/3. Na próxima fase, enfrenta o chinês Hanwen Li, terceiro favorito.

"Eu nasci em São Paulo, mas me mudei para os Estados Unidos quando era bebê. Tenho pais brasileiros e avós japoneses. Então, me sinto jogando meio em casa por aqui. Tenho conseguido fazer boas partidas, embora tenha sido um jogo difícil hoje. A principal dificuldade é a questão física já que meus adversários têm um pouco mais de experiência, mas tenho conseguido ir bem e espero continuar assim", destaca Kuzuhara, que mora na Flórida e foi campeão do Mundial 14 anos pelos EUA.

Quem também venceu pela terceira rodada foi o italiano Luciano Darderi, que vem embalado pelo título do Brasil Juniors Cup no último domingo. O europeu, cabeça de chave número 2, superou o japonês Kokoro Isomura por 6/2 e 6/3.

Já a italiana Matilde Paoletti, também campeã em Porto Alegre no domingo, foi mais uma favorita a perder no torneio feminino. Ela foi superava pela norte-americana Elvina Kalieva por 6/1 e 6/0. Além dela, seguem na chave feminina a ucraniana Sabina Zeynalova, a uruguaia Guillermina Grant, a mexicana Julia Garcia, a italiana Beatrice Ricci, a espanhola Leyre Gormaz, a australiana Tina Smith e a norte-americanoa Madison Sieg.

A rodada das quartas de final está marcada para esta sexta-feira, quando também acontecem as quartas de final e semifinal de duplas. Também acontece nas quadras da Sociedade Recreativa Mampituba, em Criciúma, a disputa do Tennis Kids, com as categorias 8, 9, 10 e 11 anos.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva