Notícias | Dia a dia
Tsitsipas recorda derrota amarga para Nadal no AO
11/02/2020 às 11h58

Roterdã (Holanda) - Um dos nomes mais promissores da nova geração, o grego Stefanos Tsitsipas lembrou da derrota sofrida para o espanhol Rafael Nadal nas semifinais do Australian Open do ano passado. Ele afirmou que o resultado o deixou bastante abatido naquele momento, mas foi importante para querer trabalhar ainda mais duro e tentar dar a volta por cima.

“Estava querendo ficar cada vez melhor, mas acabei dando alguns passos para trás, tive uma crise no começo do ano passado, mas comecei a melhorar a partir daí. Aprendi a não esperar muito e aproveitar mais. Você não consegue ser perfeito, não pode acertar aces e bolas vencedoras o tempo todo”, comentou o grego de 21 anos.

“Derrotas duras são importantes para minha carreira, são elas que me fazem depois voltar mais forte. Sem elas eu poderia achar que sou perfeito e não sou. Acho que são importantes para todo mundo. Aquela derrota na semifinal foi dolorosa, ainda que tenha sido em três sets”, observou o atual número 6 do mundo.

Tsitsipas não escondeu a frustração por não ter conseguido fazer muita coisa em um jogo tão importante. “Estava perto de alcançar uma final de Grand Slam, algo que sempre sonhei em fazer. Além do mais, não consegui entregar muito naquela partida e ele jogou muito bem. Foi uma pena, pois vinha jogando bem naquelas duas semanas. Voltei para quadra dois dias depois já pensando em melhorar”, finalizou.

No duelo seguinte que teve com Nadal, nas semifinais do Masters 1000 de Madri, o jovem grego conquistou sua primeira vitória contra o espanhol, depois de ter perdido os três primeiros embates. Contudo, o canhoto de Mallorca voltou a levar a melhor sobre Tsitsipas nos encontros que tiveram em Roma e na fase de grupos do ATP Finals.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva