Notícias | Dia a dia
Ex-top 10, Sock perde mais uma e amplia seu jejum
11/02/2020 às 09h13

Nova York (EUA) - O calvário do norte-americano Jack Sock vai continuar por pelo menos uma semana a mais. Nesta segunda-feira, ele fez seu primeiro jogo na atual temporada e foi eliminado na estreia do ATP 250 de Nova York, perdendo para o compatriota Marcos Giron, de 26 anos e atual 113 do mundo, com parciais de 6/3 e 6/4.

Ex-top 10, Sock passou todo o ano de 2019 sem conseguir vencer. Ele teve uma lesão bem no começo da temporada, ficou seis meses parado e no retorno não ganhou um jogo sequer nos sete torneios que disputou, triunfando apenas em uma partida da Laver Cup contra o italiano Fabio Fognini, que não conta pontos para o ranking.

Amargando um jejum de vitórias de 15 meses, ele sequer aparece no ranking de simples no momento, já que não tem pontos na ATP. Nas duplas ele tem uma situação um pouco melhor e figura no 141º posto, ainda assim bem distante da melhor marca da carreira, tendo sido vice-líder em 2018.

Quem também caiu em duelo 100% norte-americano foi o cabeça de chave 5 Tennys Sandgren, que depois da ótima campanha no Australian Open não passou da primeira rodada em Novay York, perdendo de virada para o compatriota Steve Johnson, com parciais de 6/7 (5-7), 6/3 e 7/6 (7-3).

A rodada de segunda teve também a vitória do sérvio Miomir Kecmanovic, sexto pré-classificado, sobre o norte-americano Tommy Paul, com parciais de 6/4 e 6/2, e o triunfo do italiano Andreas Seppi, que marcou placar final de 6/3, 1/6 e 7/6 (8-6) contra o bósnio Damir Dzumhur.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis