Notícias | Dia a dia
Farah é absolvido pela ITF e já pode voltar a jogar
10/02/2020 às 13h58

Farah deverá disputar o Rio Open na próxima semana, ao lado de Cabal

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Menos de um mês depois de ter sido suspenso provisoriamente pela Federação Internacional de Tênis, o colombiano Robert Farah já pode voltar a jogar. A decisão publicada pela ITF nesta segunda-feira diz que nenhuma pena será imposta ao atual número 1 do mundo no ranking dos especialistas em duplas.

Farah havia testado positivo para Boldenona em exame antidoping realizado fora do período de competição, no dia 17 de outubro de 2019. O colombiano de 33 anos cumpria suspensão provisória a partir de 21 de janeiro e não pôde disputar o Australian Open.

De acordo com a ITF, foi aceita a alegação do tenista sobre como a substância entrou em seu organismo. A Federação Internacional determinou que o colombiano não teve culpa ou negligência pela violação do Programa Antidoping e, por isso, deve voltar ao circuito imediatamente. O colombiano deverá disputar o Rio Open na próxima semana, ao lado do compatriota Juan Sebastian Cabal.

Desde a divulgação do caso, Farah comentou que havia feito pelo menos 15 exames antidoping ao longo da temporada, um deles no dia 7 de outubro durante o Masters 1000 de Xangai, e que todos haviam dado resultado negativo.

Ele afirma que a substância proibida teria entrado em seu organismo após o consumo da carne vendida em seu país. Desde 2018, o Comitê Olímpico Colombiano já tinha estudos de que essa substância poderia ser encontrada na carne e que poderia afetar os resultados de exames dos atletas.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva