Notícias | Dia a dia
Vesely se recupera e tem melhor ranking em 22 meses
10/02/2020 às 09h18

Miami (EUA) - Campeão do ATP 250 de Pune no último domingo, o tcheco Jiri Vesely conseguiu voltar ao top 100 com a conquista e foi o tenista com maior ascensão nesta faixa de ranking. Ele ganhou 35 colocações e alcançou o 72º lugar, ainda bastante abaixo da melhor marca da carreira, tendo chegado a figurar na 35ª posição em abril de 2015. 

O tcheco de 26 anos não ficava tão bem colocado na lista da ATP desde 16 de abril 2018, quase um ano e 10 meses atrás. Já o seu jejum no top 100 era um pouco menor e vinha desde o dia 13 de maio do ano passado, quando apareceu na 99ª posição. 

Vítima de Vesely na decisão do torneio indiano, o bielorrusso Egor Gerasimov teve a segunda maior subida entre os 100 melhores do mundo. O vice-campeão de Pune ganhou 19 lugares e agora é o 71º do mundo, sua melhor colocação até então da carreira. 

Destaque também para o australiano James Duckworth, que foi à semi em Pune, eliminado por Gerasimov, e com essa campanha deu um salto de 13 lugares no ranking, indo para o 13º posto. Também semifinalista do torneio, o lituano Ricardas Berankis teve a quarta maior ascensão, saindo da 73ª para a 65ª colocação. 

Na contramão, o top 100 que mais perdeu posições foi o argentino Juan Ignacio Londero, que defendia o título no ATP 250 de Córdoba e acabou eliminado nas quartas de final, o que lhe custou 19 lugares. 

Três jogadores perderam 13 posições na lista dessa segunda-feira: o francês Jo-Wilfired Tsonga (46º), o húngaro Marton Fucsovics (66º) e o argentino Federico Delbonis (87º). Completando a lista dos que caíram pelo menos 10 lugares aparece o francês Pierre-Hugues Herbert, que desceu de 67º para 78º. 

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva