Notícias | Dia a dia
Bellucci vira o jogo e vence a primeira no ano
03/02/2020 às 17h08

Bellucci vinha de duas eliminações em estreias neste início de temporada

Foto: Arquivo

Dallas (EUA) - Depois de cair na rodada de estreia dos dois torneios anteriores que disputou na temporada, Thomaz Bellucci venceu pela primeira vez em 2020. Ele avançou no challenger de Dallas, disputado em piso duro, depois de vencer de virada o jovem norte-americano de 23 anos e número 208 do mundo Christopher Eubanks por 1/6, 6/2 e 7/6 (7-2) em 1h45 de partida.

Ex-número 21 do mundo e vencedor de quatro torneios da ATP, Bellucci está atualmente com 32 anos e aparece apenas na posição de número 330 do ranking mundial. Seu próximo adversário será o também norte-americano Mitchell Krueger, 166º colocado, em confronto inédito no circuito.

Bellucci não vencia desde outubro do ano passado, quando disputou seu último torneio na temporada em Charlottesville. O resultado positivo desta segunda-feira rende cinco pontos na ATP ao experiente paulista, que pode fazer oito pontos se vencer mais uma no torneio.

Outro brasileiro que estreia em Dallas nesta segunda-feira é o mineiro João Menezes. O jovem jogador de 23 anos e número 188 do mundo enfrenta o convidado local Nick Chappell, 469º colocado. Se vencer, encara o cabeça 6 australiano Christopher O'Connell na rodada seguinte.

Veja como foi a vitória de Bellucci em Dallas

O começo de partida não foi bom para Bellucci, que fez apenas dois pontos nos três primeiros games disputados e viu o rival logo abrir 3/0. Eubanks, vindo do circuito universitário norte-americano e habituado às condições mais rápidas, cedeu apenas três pontos em seus games de saque durante o set inicial e ainda voltaria a quebrar para ampliar a vantagem.

Bellucci melhorou seu desempenho no saque durante o segundo set e elevou seu percentual de primeiros serviços em quadra, de 52% para 68%. Correndo menos riscos, não enfrentou break points e, aos poucos, vinha encontrando meios de devolver o saque do norte-americano e conseguir duas novas quebras.

Durante a parcial decisiva, Bellucci chegou a receber atendimento do fisioterapeuta, para o que parecia ser um desconforto no pescoço. Já Eubanks oscilava demais em seu saque e chegou a fazer seis duplas-faltas. O brasileiro não aproveitou nenhuma de suas três chances de quebra na parcial, mas também não teve o saque ameaçado. No tiebreak, Bellucci aproveitou seu melhor momento na partida e definiu a vitória de virada.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis