Notícias | Dia a dia
Kenin deixa Serena para trás e debuta no top 10
03/02/2020 às 10h07

Miami (EUA) - A segunda-feira foi de muitas mudanças no ranking, com destaque para ascensão da norte-americana Sofia Kenin, que após a conquista do Australian Open entrou pela primeira vez no top 10, aparecendo na sétima colocação. Ela subiu oito posições e deixou a compatriota Serena Williams para trás, se tornando a melhor tenista de seu país na lista da WTA.

O topo continua nas mãos da australiana Ashleigh Barty, que tem mais de 2 mil pontos de vantagem para a segunda colocada, que agora é a romena Simona Halep, responsável por derrubar a tcheca Karolina Pliskova para o terceiro lugar. A quarta do mundo é agora a ucraniana Elina Svitolina, que ganhou um posto em relação à última lista.

Fechando o top 5 aparece a suíça Belinda Bencic, que subiu duas colocações, deixando para trás a canadense Bianca Andreescu, que não jogou em Melbourne por causa de uma lesão, e a japonesa Naomi Osaka, que não defendeu o título conquistado no ano passado e por isso despencou seis posições e cai para o 10º posto.

Quem também se beneficiou da queda da japonesa foi a holandesa Kiki Bertens, que melhorou duas colocações e agora é a número 8 do mundo. Serena completa o top 10 aparecendo no nono lugar, logo à frente de Osaka.

Destaque também para a recuperação da vice-campeã Garbiñe Muguruza, que voltou ao top 20 após ganhar 16 posições. A espanhola é agora a 16ª do mundo. Mas a principal arrancada do top 100 quem deu foi a tunisiana Ons Jabeur, que ganhou 33 lugares ao alcançar as semifinais em Melbourne e assumiu o 45º posto, o mais alto da carreira.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis