Notícias | Dia a dia
Após quase dois anos, Kyrgios retorna ao top 20
03/02/2020 às 07h56

Miami (EUA) - O controverso Nick Kyrgios aproveitou a campanha no Australian Open, indo até as oitavas de final, para retornar ao top 20 depois de quase dois anos de ausência. Ele ganhou seis colocações com os pontos somados em Melbourne e agora é o 20º do mundo, aparecendo em uma faixa de ranking na qual não figurava desde a metade de março de 2018.

A ascensão de Kyrgios nesta semana foi apenas a quinta maior da ATP. O principal destaque ficou por conta do norte-americano Tennys Sandgren, que chegou até as quartas de final no primeiro Grand Slam da temporada e com isso disparou 44 lugares, assumindo o 56º posto nesta segunda-feira, porém ainda um pouco distante da melhor marca da carreira (41º).

Também ganhou um bom terreno o húngaro Marton Fucsovics, que parou nas oitavas e com isso melhorou 14 posições, indo para o 53º lugar. Outros que se deram bem foram o norte-americano Tommy Paul, que venceu três jogos no Australian Open e ganhou 10 colocações, indo para a 70ª posição, e o bielorrusso Egor Gerasimov, que ganhou duas e subiu do 98º para o 90º posto,

Pouille despenca e deixa o top 50

Semifinalista no ano passado em Melbourne, o francês Lucas Pouille não defendeu seus pontos nesse ano por causa de lesão e acabou pagando caro. O preço que ele amargou foi uma queda de 38 lugares, a maior entre os 100 melhores, que o tirou do top 50 e o levou para a 62ª colocação.

Mais quatro jogadores entre os 100 perderam pelo menos 10 lugares no ranking. Um deles foi o norte-americano Frances Tiafoe, que havia feito quartas em 2019 e desta vez caiu logo na estreia, parando no russo Daniil Medvedev. A eliminação prematura fez com que ele perdesse 29 colocações, descendo para o atual 79º posto.

O português João Sousa e o italiano Andreas Seppi caíram cada um 10 colocações, o primeiro indo para o 69º lugar e o outro para o 95º. Fechando a lista dos top 100 com quedas acentuadas aparece o sul-africano Lloyd Harris, que perdeu 13 postos e ocupa atualmente a 85ª posição.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva