Notícias | Dia a dia
Monteiro salva 3 match points e defende o título
02/02/2020 às 21h25

Monteiro repete a conquista do ano passado e fará 80 pontos no ranking

Foto: Divulgação

Punta del Este (Uruguai) - Assim como aconteceu no ano passado, Thiago Monteiro inicia a temporada de torneios no saibro sul-americano com o título do challenger de Punta del Este. O número 1 do Brasil e 86º do mundo voltou a triunfar no Uruguai depois de superar o italiano Marco Cecchinato, 77º colocado, em uma final equilibradíssima com parciais de 7/6 (7-3), 6/7 (6-8) e 7/5 em 2h50 de partida. Monteiro chegou a salvar três match points.

Este é o quinto título de challenger na carreria de Monteiro, que disputou sua sétima final em torneios deste porte. Na temporada passada, ele venceu três torneios. Além da conquista em Punta del Este, também triunfou em Lima e em Braunschweig. O primeiro título foi vencido em 2016, na cidade francesa de Aix En Provence.

Monteiro defende os 80 pontos do título conquistado no ano passado. Ele deve sofrer um desconto mínimo em sua classificação. Isso porque o cearense venceu três jogos no quali do Australian Open do ano passado e fez 16 pontos. Já neste ano, entrou diretamente na chave e perdeu na estreia, fazendo 10 pontos.

Na próxima semana, Monteiro disputará o ATP 250 de Córdoba, no saibro argentino. Ele estreia contra o jovem francês de 20 anos Corentin Moutet, 70º colocado. Monteiro venceu os dois duelos anteriores, em torneios de nível future disputados ainda em 2014. Caso passe pela primeira rodada, irá desafiar o argentino Guido Pella, segundo cabeça de chave do torneio e número 25 do mundo.

Partida teve apenas três quebras de serviço
O primeiro set seguiu inteiramente sem quebras. Monteiro teve três break points ainda no começo da partida, mas não conseguiu aproveitá-los. Já no oitavo game, o brasileiro teve o serviço ameaçado em quatro oportunidades, mas escapou ileso. No tiebreak, o canhoto de Fortaleza abriu 4-0 e sustentou a vantagem.

Monteiro conseguiu a primeira quebra da partida no início do segundo set e chegou a liderar o placar por 4/1, mas permitiu o empate e Cecchinato foi superior no tiebreak. Os sacadores vinham muito bem no terceiro set. O italiano, ex-número 16 do mundo, confirmou cinco games de serviço sem enfrentar oportunidades de quebra, enquanto o brasileiro salvou três match points no saque quando perdia por 5/4. Monteiro ganhou confiança, conseguiu a quebra no game seguinte e venceu a partida.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva