Notícias | Dia a dia | Australian Open
De olho no 3º Slam, Muguruza aposta na experiência
30/01/2020 às 09h58

Muguruza já foi campeã de Roland Garros e de Wimbledon e agora busca o primeiro troféu na Austrália

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Finalista do Australian Open, Garbiñe Muguruza está em busca de seu terceiro título de Grand Slam. A espanhola já foi campeã de Roland Garros em 2016 e de Wimbledon no ano seguinte, além de ter um vice-campeonato na grama londrina. Até por isso, a jogadora de 26 anos e ex-número 1 do mundo aposta na experiência para o duelo contra a jovem norte-americana de 21 anos Sofia Kenin, que nunca chegou tão longe em torneios deste porte.

"É um fator que pode ser importante. Não há muitas jogadores que possam dizer isso", disse Muguruza, ao ser perguntada se sua experiência em grandes jogos pode fazer diferença na final. "Mas tudo vai depender do que acontece dentro de quadra. Acredito em mim mesma e sei que tenho o que é necessário para ganhar esse tipo de jogo, mas só a experiência não é garantia de nada. Preciso manter a calma para cumprir o meu objetivo, que é ser campeã".

A espanhola fez questão de elogiar a grande fase de sua adversária. Kenin foi eleita a jogadora que mais evoluiu durante a temporada passada, ao conquistar três títulos e saltar do 48º para o 12º lugar. Com a boa campanha em Melbourne, ela debutará no top 10. "Acho que ela está se saindo muito bem. Já faz algum tempo que ela está progredindo no ranking e conseguindo melhores resultados. Então, acho que ela merece estar na final com o tênis que tem mostrado".

Muguruza perdeu o único duelo anterior que fez contra Kenin, válido pelo Premier de Pequim do ano passado. "Não foi uma partida muito boa para mim naquele dia, mas acho que ela jogou bem. Foi a primeira vez que nos enfrentamos, então é bom ter essa partida como referência. Quero dizer, será uma partida difícil, como é toda final de Grand Slam, independentemente de quem seja a adversária".

A ex-líder do ranking comemorou seu desempenho na difícil vitória por 7/6 (8-6) e 7/5 sobre Simona Halep na semifinal. Foi a quarta vitória da espanhola em seis jogos contra a romena. "Sabia que seria uma semifinal difícil contra a Simona. Ela é uma ótima jogadora. Toda vez que jogávamos, foram partidas muito físicas e longas. Sabia que seria um dia muito quente, mas que ela também estava sofrendo com isso. Então, tentei me concentrar apenas no meu jogo e em ser agressiva o tempo todo".

Comentários