Notícias | Dia a dia | Australian Open
Para Zverev, segredo foi relaxar e reduzir expectativa
29/01/2020 às 11h36

Zverev mudou seu comportamento fora de quadra e acha que isso o ajudou

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Semifinalista de um Grand Slam pela primeira vez na carreira, Alexander Zverev acredita que uma das uma das razões para a boa campanha no Australian Open está na forma como lida com a pressão e a expectativa fora de quadra. Depois de vencer o suíço Stan Wawrinka nas quartas de final em Melbourne, o alemão comentou sobre sua mudança de atitude em Melbourne e acha que a postura um pouco mais relaxada está fazendo bem para ele.

"Eu me saí bem em outros torneios. Venci três Masters 1000 e o ATP Finals de 2018, mas os Grand Slam sempre foram as semanas em que eu queria muito vencer", disse Zverev, depois de vencer 1/6, 6/3, 6/4 e 6/2. "Então, eu fazia as coisas de uma maneira muito profissional, não conversava com ninguém, não saía para jantar com os meus amigos. Eu estava realmente muito focado. Mudei isso um pouco esta semana. Estou fazendo muito mais coisas fora de quadra".

O começo de temporada do alemão havia sido preocupante, com três derrotas seguidas pela ATP Cup. "Eu também estava jogando tão mal na ATP Cup que vim para cá sem nenhuma expectativa. Eu realmente não esperava que chegaria nas quartas ou na semifinal. Talvez aquilo tenha sido um trampolim. Talvez fosse assim que devesse acontecer. Vamos ver como vai ser daqui a dois dias", acrescentou o alemão, que agora enfrenta o austríaco Dominic Thiem.

Depois de sofrer com eliminações precoces em Grand Slam e jogos longos nas primeiras rodadas, Zverev só perdeu um set nesta campanha em Melbourne. "Como eu disse no início da semana, é tudo um processo. Esperava conseguir passar por aquelas primeiras rodadas e a jogar melhor à medida que o torneio avançava e foi isso o que aconteceu. Espero continuar a jogar melhor na semifinal e espero, talvez, na final. Até porque, as pessoas que eu vou enfrentar não estão piorando", complementou o jovem jogador, que pode enfrentar Roger Federer ou Novak Djokovic em uma possível final.

Zverev também falou sobre as doações que fará para as vítimas dos incêndios na Austrália. Ele prometeu que doaria AUD 10 mil a cada vitória no torneio e disse ainda que irá doar todo o prêmio de AUD 4,12 milhões (US$ 2,78 milhões) se for campeão em Melbourne. Por enquanto, a campanha já está rendendo AUD 50 mil pelas cinco vitórias conquistadas.

"Quando eu disse isso pela primeira vez, as pessoas não acreditaram, mas vou fazer isso. Não é um problema para mim. Apenas acredito que com esse dinheiro eu poderia começar algo positivo. Isso é o que mais importa para mim, não o que alguém pensa sobre isso", explica o jogador de 22 anos.

"É claro que, se eu ganhar os AU$ 4 milhões, seria muito dinheiro para mim. E não sou Roger [Federer] e não sou LeBron James, ou algo assim. Mas, ao mesmo tempo, sei que há pessoas neste belo país que perderam suas casas e precisam do dinheiro. Eles realmente dependem disso para construir suas casas novamente e para preservar a natureza que a Austrália tem, os animais também. Eu acho que essas pessoas fariam um uso muito melhor para esse dinheiro do que eu".

Comentários