Notícias | Dia a dia
Djokovic: 'Meu coração chora pela notícia de hoje'
27/01/2020 às 18h38

Melbourne (Austrália) – Uma coincidência uniu Novak Djokovic e Kobe Bryant no noticiário da ATP, na véspera da trágica morte do ex-astro da NBA aos 41 anos. Como menciona o artigo, que não está assinado, não é todo dia que se vê um ídolo do tênis destacando as lições que aprenderam não de quem veio primeiro no tênis, mas de um astro de outra modalidade. Foi o caso da reportagem feita pela equipe do site da ATP. Nela, o sete vezes campeão do Aberto da Austrália falava, no sábado, durante entrevista à ESPN em dia de folga, que tinha aprendido muito com o Bryant, especialmente quando caiu no ranking e saiu do top 20 há dois anos, quando teve um problema no cotovelo.

“Kobe tem sido um dos meus mentores”, disse o tenista sérvio. “Tive várias conversas por telefone com ele e, claro, em muitas outras ocasiões quando nos encontramos pessoalmente. Quando estava enfrentando a contusão no cotovelo e lutando mental e emocionalmente com coisas diferentes que estavam acontecendo comigo e despencando no ranking e tendo de me recuperar posições, ele foi uma das pessoas que realmente estiveram comigo e ele me deu valiosos conselhos, como acreditar em mim, confiar no processo que eu conseguiria voltar. Sou muito grato a ele pelo apoio. Adoro o Kobe, quem não gosta? Ele é um cara estupendo e um dos melhores jogadores de basquete e atletas de todos os tempos.”




Nesta segunda-feira, o sérvio escreveu em suas redes sociais: “ Meu coração pranteia a notícia de hoje. Kobe foi um grande mentor e amigo. Não há palavras suficientes para expressar as minhas mais profundas simpatias aos Bryant e a cada família sofrendo com esta tragédia. Que Deus abençoe você e sua Gianna. Obrigado por ter me apoiado e inspirado o mundo inteiro. Obrigado por mostrar a todos nós atletas como competir e respeitar o esporte. Obrigado pelo grande legado que nos deixa. Nunca vou esquecer seu sorriso espalhando energia positiva por todos os lugares em que passou. Você e sua filha viverão para sempre em nossos corações. Descanse em paz, amico mio. Ti voglio bene.”

A reportagem da ATP lembra que Bryant esteve na edição passada do US Open e que, na ocasião, dando entrevista à ESPN, ele falou de uma conversa em especial que havia tido com Djokovic sobre superar barreiras como contusões e se ajustar ao jogo de novos jogadores à medida que se envelhece. “Fisicamente, não estou onde costumava estar. Como você ajustou e mudou seu jogo?”, falou Bryant, lembrando-se da pergunta do Djokovic. “Novak é o meu cara. Temos uma relação. Temos tido um relacionamento há longo tempo.”

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis