Notícias | Dia a dia | Australian Open
Djoko comemora boa atuação em condições adversas
22/01/2020 às 07h44

Ventava bastante em quadra na hora em que Djokovic venceu o japonês Tatsuma Ito

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Depois de vencer seu segundo jogo no Australian Open e garantir vaga na próxima fase da competição, Novak Djokovic comemorou seu desempenho na partida contra o japonês Tatsuma Ito. Afinal, as condições de jogo nesta quarta-feira eram adversas, já que ventava muito em quadra no horário do jogo.

"Não acho que os jogadores gostem desse tipo de condições, mas é preciso se adaptar. Entrei em quadra e joguei extremamente bem no início. No geral, estou satisfeito com meu desempenho", disse Djokovic depois de vencer Ito por 6/1, 6/4 e 6/2 em 1h35 de partida.

"Foi meu primeiro confronto contra o Ito. Eu havia visto poucos jogos dele, mas conversei com a equipe, analisei um pouco o jogo", avalia o número 2 do mundo e heptacampeão do torneio. "Ele estava sendo bastante agressivo no segundo set. E batendo reto na bola, sem cometer muitos erros. Mas consegui encontrar um caminho. Sabia que a bola dele viria rápida e reta. Então eu tinha que usar algumas varições nos golpes, com mais spin e slices, além de subir à rede de vez em quando. Funcionou bem".

O desempenho no saque também animou o sérvio, que disparou 16 aces e não enfrentou break points. "Meu saque funcionou muito bem hoje, assim como foi na estreia. Isso é algo que trabalhei na pré-temporada e é uma das prioridades. Quero poder ganhar muitos pontos mais fáceis com meu primeiro serviço. Até agora, deu certo, tanto na ATP Cup quanto aqui".

O próximo compromisso de Djokovic também será diante de um japonês. Ele enfrenta o canhoto Yoshihito Nishioka, 71º do ranking, a quem derrotou no único duelo anterior durante a Copa Davis do ano passado. "Estou jogando contra todos os japoneses do torneio", brincou o sérvio. "Ele é muito rápido, provavelmente um dos jogadores mais rápidos que temos no circuito. Sei quais são seus pontos fortes e quais são as fraquezas dele, então espero que eu possa executar um bom plano de jogo".

"No jogo da Copa Davis as condições eram diferentes. A bola não anda aqui tanto quanto lá. Acho que essa quadra é mais lenta, o que é realmente mais adequado para o jogo do Nishioka. Ele não comete muitos erros, tem um backhand muito bom e também pode se defender com o forehand. Sei também que ele gosta de usar muito spin em direção ao revés do adversário. Espero sacar bem. Isso vai me ajudar".

Comentários