Notícias | Dia a dia | Australian Open
'Sabia que a estreia seria difícil', afirma Djokovic
20/01/2020 às 13h28

Djokovic foi exigido contra o 37º do ranking Jan-Lennard Struff e definiu a partida em quatro sets

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Exigido em sua partida de estreia no Australian Open, Novak Djokovic afirma que já esperava por um jogo difícil contra Jan-Lennard Struff. Afinal, o alemão de 29 anos e 37º do ranking já havia derrotado cinco atletas do top 10 na temporada passada e tem muitos recursos em seu estilo de jogo. O sérvio destacou o poder de reação do rival no terceiro set, mas comemorou seu desempenho nos momentos decisivos.

"Foi um jogo muito complicado para uma primeira rodada, mas eu já esperava que fosse assim. Struff é um excelente jogador e eu sabia que teria que suar um pouco para conseguir a vitória", disse Djokovic após vencer a partida por 7/6 (7-5), 6/2, 2/6 e 6/1 em 2h18 de disputa nesta segunda-feira.

"Acho que tive um ótimo começo nos dois primeiros sets. Eu estava quase fechando o primeiro, mas ele reagiu. E o tiebreak foi muito equilibrado. No segundo, joguei muito bem, com alta porcentagem de primeiros saques em quadra", acrescenta o número 2 do mundo e heptacampeão do torneio.

"Ele não se abalou e jogou seu melhor tênis no terceiro set para me colocar em alerta. Dou todo crédito a ele por lutar tanto. Ele é um jogador muito poderoso e que tem muita potência nos golpes. Quero parabenizar o Jan por seu ótimo jogo", complementou o sérvio, que agora espera pelo vencedor da partida entre o japonês Tatsuma Ito e o indiano Prajnesh Gunneswaran.

Treinado pelo exímio sacador Goran Ivanisevic, Djokovic teve bons números no saque nesta segunda-feira. O sérvio terminou a partida com 14 aces e venceu 77% dos pontos com seu primeiro serviço. "Acho que é um pouco da influência do Goran em mim. É claro que conversamos sobre o saque e outros aspectos do meu jogo para que eu possa melhorar, e talvez ganhar alguns pontos mais rápidos, se possível."

A vitória desta segunda-feira foi a de número 900 da carreira de Djokovic. O sérvio de 32 anos se tornou o sexto na Era Aberta do tênis masculino a conseguir tal feito. "Eu não sabia dessa estatística e fico feliz em saber disso. Tenho muito orgulho de todas as minhas conquistas como tenista e, ao mesmo tempo, de tudo o que lutei para chegar até aqui. Chegar a 900 vitórias como profissional e fazê-lo aqui é muito especial".

Comentários