Notícias | Dia a dia
Nº 1 de duplas, Farah também é suspenso por doping
14/01/2020 às 15h40

Robert Farah vivia o melhor momento da carreira e acredita que carne contaminada foi a causa para o exame dar positivo

Foto: Divulgação

Los Angeles (EUA) - No mesmo dia em que foi anunciada a suspensão provisória para o chileno Nicolas Jarry, outro importante tenista sul-americano também foi afastado do circuito após a divulgação do resultado de um exame antidoping. Número 1 no ranking de especialistas em duplas, o colombiano Robert Farah anunciou que está suspenso das competições depois de testar positivo para Bodenona.

Farah é o atual campeão de duplas masculinas em Wimbledon e do US Open, em parceria com o também colombiano Juan Sebastian Cabal. O jogador de 32 anos viveu a melhor temporada da carreira em 2019. O exame em que foi detectada a substância proibida foi realizado fora do período de competição, no dia 17 de outubro, em Cali.

Por meio de um comunicado em suas redes sociais, Farah comentou que havia feito pelo menos 15 exames antidoping ao longo da temporada, um deles no dia 7 de outubro durante o Masters 1000 de Xangai, e que todos haviam dado resultado negativo. Ele afirma que a substância proibida tenha entrado em seu organismo após o consumo da carne vendida em seu país.

"Como afirmou o Comitê Olímpico Colombiano em 2018, esta substância se encontra frequentemente na carne colombiana e pode afetar os resultados dos exames dos atletas. Tenho certeza de que foi isso o que gerou o resultado da prova em questão", escreveu o colombiano, que vinha treinando em Los Angeles.

"Com a minha e equipe e um grupo de assessores, estamos avaliando os próximos passos nesse processo, em que pretendemos demonstrar que eu nunca utilizei nenhum produto que atente contra o jogo limpo e a ética características desse esporte", comenta o número 1 de duplas. "Estou tranquilo e confiante no resultado deste processo, já que sempre atuei com retidão e honestidade em toda minha vida".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis