Notícias | Dia a dia
Federer elogia Kyrgios, mas vê problema de cabeça
13/01/2020 às 11h53

Melbourne (Austrália) - Personagem controverso dentro do circuito, o australiano Nick Kyrgios coleciona desafetos dentro da ATP por causa de sua atitude dentro e fora de quadra. Um deles definitivamente não é o suíço Roger Federer, que já tentou agenciar a carreira do atual 26 do mundo e até aproximá-lo do espanhol Rafael Nadal.

Em entrevista ao jornal australiano The Age, o tenista da Basileia voltou a elogiar o tênis de Kyrgios, mas também criticou seu lado mental. “Ele não precisa melhorar muito o seu jogo, tem uma boa direita, uma boa esquerda, um bom serviço, um bom voleio e tudo isso”, afirmou Federer.

“Sabemos que com Nick a questão é outra, o problema está todo na sua cabeça. Ele sabe que pode vencer todo mundo e já demonstrou isso”, acrescentou o suíço, que já enfrentou o australiano sete vezes e perdeu uma, no saibro do Masters 1000 de Madri, em 2015.

Federer também falou sobre sua longevidade e contou que embora não soubesse que iria jogar até os 38 anos sempre planejou esticar a carreira. “Quando era mais jovem, com 20, 22, 24 anos, tinha a esperança de jogar durante muito tempo e ter uma carreira longa. Por isso, isto não é algo que digo há cinco anos, é uma ideia que vem de muito tempo atrás”, finalizou.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis