Notícias | Dia a dia
Russa aproveita embalo e começa o ano com título
11/01/2020 às 09h49

Alexandrova venceu dez jogos seguidos e será cabeça de chave no Australian Open

Foto: Divulgação

Shenzhen (China) - A primeira campeã da temporada 2020 do circuito feminino é a russa Ekaterina Alexandrova. Algoz de Garbiñe Muguruza na semifinal, a jogadora de 25 anos e 34ª do ranking conquistou o título do WTA de Shenzhen depois de vencer a final contra a cazaque Elena Rybakina, 36ª colocada, por 6/2 e 6/4 neste sábado.

Alexandrova conquistou seu primeiro título na elite do circuito da WTA e aproveitou o embalo do final do último ano. Ela antecipou a pré-temporada e jogou no final de dezembro um torneio da série 125k em Limoges, na França. Campeã do evento, ela acumula dez vitórias seguidas.

Atualmente com o melhor ranking da carreira, Alexandrova também deverá melhorar essa marca e figurar entre as 32 cabeças de chave do Australian Open. O título na China rende 280 pontos no ranking e deve levá-la ao 26º lugar. Antes da sequência de vitórias, ela aparecia na 42ª posição.

Vice-campeã no torneio chinês, Rybakina também deverá ter o melhor ranking da carreira e será cabeça de chave em Melbourne. A jovem cazaque de 20 anos debutará no grupo das 30 melhores jogadoras do mundo. Com isso, escapa de confrontos contra as principais favoritas nas duas primeiras rodadas em Melbourne.

O título de duplas ficou com as tchecas Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova. As duas jovens jogadoras de 23 anos e donas de dois títulos de Grand Slam venceram as chinesas Saisai Zheng e Ying-Ying Duan por 6/2, 3/6 e 10-4. Este é o oitavo título de duplas na WTA na carreira de Siniakova e o quinto para Krejcikova.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis