Notícias | Dia a dia
Djokovic cobra evolução para enfrentar Medvedev
10/01/2020 às 15h14

Sydney (Austrália) - A batalha vencida nesta sexta-feira contra o canadense Denis Shapovalov foi comemorada por Novak Djokovic, que tratou também de enaltecer o grande desempenho do rival, que venceu o primeiro set e fez o sérvio suar para conseguir a virada no tiebreak do terceiro set. Mesmo com o resultado positivo, o sérvio falou que precisa evoluir para a semifinal contra a Rússia.

“Ainda preciso melhorar algumas coisas para alcançar meu melhor nível. Obviamente não estou feliz, mas consegui um pouco mais de confiança com a vitória. Apesar de não ter jogado no meu melhor nível, estou ciente de que encarei um rival de nível muito alto e que isso me causou vários problemas na partida”, afirmou o atual número 2 do mundo.

Seu próximo oponente será o russo Daniil Medvedev, contra quem jogou cinco vezes: venceu as três primeiras e foi superado nas outras duas. “Perdi para ele na última vez que nos enfrentamos. Ele é um adversário muito difícil, que terminou o ano em um nível excelente”, afirmou o tenista de Belgrado.

“Eu ousaria dizer que Medvedev e Nadal foram os dois melhores jogadores na segunda metade da temporada passada. Seu saque é extremamente forte, consegue mover muito bem a bola e exige que seu rival jogue no nível mais alto. Sei que tenho que fazer o meu melhor se quiser vencê-lo”, complementou Djokovic.

O Sérvio também avaliou seu desempenho contra Shapovalov. “Foi um jogo incrível. Se a memória não me falha, acho que foi a partida mais equilibrada que já tive contra Denis. Ele melhorou bastante nos últimos meses e é um dos os jogadores a serem considerados nos próximos torneios. Lutamos até o último ponto e isso foi incrível. Sinto muito por ele, que também merecia a vitória”, finalizou.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva