Notícias | Dia a dia
Djokovic vence batalha e garante Sérvia na semifinal
10/01/2020 às 01h01

Djokovic teve alguns problemas com o saque - fez 8 duplas faltas -, mas mostrou a conhecida força mental

Foto: ATP

Sydney (Austrália) - O canhoto Denis Shapovalov exigiu o máximo do poder defensivo e da consistência do número 2 Novak Djokovic, mas a força mental fez com que o sérvio conquistasse sua vitória mais dura da ATP Cup. Com virada de 4/6, 6/1 e 7/6 (7-4), ele deu o segundo ponto do dia sobre o Canadá e levou a Sérvia para a semifinal. O duelo contra a Rússia será na noite desta sexta-feira.

Este foi o primeiro set perdido por Djokovic na competição, mas ele se mantém invicto em simples, com quatro vitórias. Também foi a quinta vez que derrotou o ousado Shapovalov em jogos oficiais. Seu provável adversário da semi será o russo Daniil Medvedev, para quem perdeu duas vezes no ano passado.

Jogo quente e bate boca
Não faltaram grandes lances, empenho e tensão no duelo entre Djokovic e Shapovalov. O primeiro set vinha sem break-points - a rigor, apenas o canadense teve dois games de serviço mais duros - até o sérvio fazer 40-0 e permitir incrível reação de Shapovalov. Ainda evitou a quebra duas vezes, mas na terceira o canadense fez uma curtinha incrível para fechar o set em seguida.

A situação parecia delicada quando Djokovic - então com cinco duplas faltas na partida - encarou mais três break-points no terceiro game do segundo set, e num deles viu o ponto ficar à disposição de Shapovalov, que não soube finalizar. Custou caro. Erros levaram não apenas à quebra e 3/1 para o sérvio, mas principalmente a uma discussão com a torcida sérvia e a perda total de estabilidade. O árbitro Carlos Bernardes precisou pedir insistentemente que o público não atrapalhasse o canadense durante o saque.

Shapovalov só se reencontrou no terceiro set. Voltou a sacar bem e a dar trabalho a Djokovic, que cedeu um perigoso 0-30 no sexto game. Uma incrível escorregada junto à rede custou break-point ao canadense e quebra. Mas haveria mais emoções. Foi a vez de Djokovic jogar mal, com nova dupla falta, e erro na base. A definição foi ao tiebreak e aí uma sucessão de falhas determinou 5-0 para o sérvio. Mesmo com a oitava dupla falta do dia e de perigosa aproximação para 6-4, Djokovic completou uma suadíssima vitória de 2h40.

Lajovic domina Aliassime
A primeira partida do confronto entre Sérvia e Canadá, ao contrário, foi frustrante. Dusan Lajovic usou sua experiência e recursos, principalmente o slice, para dominar totalmente o jovem Felix Auger-Aliassime, anotando duplo 6/2 de poucas emoções.

O canadense voltou a ter problemas com o saque, somando cinco duplas faltas, e por várias vezes deixou a bola na rede. Sofreu para confirmar seu serviço desde o início e viu Lajovic muito firme no plano tático, variando direções e efeitos o tempo todo.

Número 34 do ranking, Lajovic ganhou três de seus quatro jogos na ATP Cup e com os 125 pontos já somados irá retornar à faixa dos top 30, garantindo-se também como cabeça de chave no Australian Open.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis