Notícias | Dia a dia
Muguruza faz primeira semifinal em 8 meses
09/01/2020 às 10h12

Shenzhen (China) - A temporada de 2020 começou de maneira positiva para a espanhola Garbiñe Muguruza, que parece ter reencontrado seu caminho depois de um segundo semestre terrível em 2019. Nesta quinta-feira, ela se garantiu nas semifinais do WTA de Shenzhen ao bater a cazaque Zarina Diyas com parciais de 6/4, 2/6 e 6/4.

Cabeça de chave 6 no torneio, Muguruza não ia tão longe desde abril do ano passado, quando foi campeã em Monterrey. Para voltar a disputar uma final após 8 meses, a espanhola de 26 anos terá que superar a russa Ekaterina Alexandrova, que bateu a chinesa de virada Qiang Wang em duelo entre quinta e quarta pré-classificadas, respectivamente, com placar final de 3/6, 6/4 e 6/3.

Outra semifinalista no torneio chinês será a tcheca Kristyna Pliskova, irmã gêmea da número 2 do mundo Karolina Pliskova. Ela teve pela frente a ucraniana Kateryna Bondarenko, triunfando em sets diretos, com o placar final de duplo 6/4.

A adversária de Pliskova na penúltima rodada em Shenzhen será a cazaque Elena Rybakina, sétima mais bem cotada ao título e responsável pela eliminação da belga Elise Mertens, cabeça de chave número 3, contra quem anotou vitória apertada por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 4/6 e 6/2.

Entre as quatro que restaram na competição, a única que ainda não foi campeã é Alexandrova, que aos 25 anos tem títulos apenas nas duplas e em torneios menores, com destaque para um vice-campeonato em Linz (2018). Muguruza já levantou sete taças na WTA, enquanto Rybakina e Pliskova têm uma cada.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis