Notícias | Dia a dia
Djokovic sente braço, mas Sérvia vence a dupla
06/01/2020 às 11h51

Brisbane (Austrália) - Última partida da rodada desta segunda-feira, o duelo entre sérvios e franceses nas duplas foi dramático e definido apenas no match-tiebreak. Fazendo jornada dupla, Novak Djokovic superou dores no braço e ajudou seu time a ficar com a vitória. Ele e Viktor Troicki derrotaram Nicolas Mahut e Edouard Roger-Vasselin com parciais de 6/3, 6/7 (5-7) e 10-3.

Com o resultado da dupla, os sérvios não apenas garantiram a vitória no confronto, mas também a vaga nas quartas de final. Eles lideram o Grupo A com duas vitórias e não podem ser mais ultrapassados por França ou África do Sul, que duelam na última rodada pela segunda colocação. Como a Sérvia bateu os dois times na fase de grupos, leva vantagem no confronto direto, primeiro critério de desempate.

"Adoramos jogar pelo nosso país. Agradeço a todos os torcedores que ficaram aqui até quase 1h para nos apoiar. Vocês são verdadeiros fãs de tênis", comemorou o entusiasmado Djokovic.

Os franceses saíram quebrando logo no primeiro game, mas perderam o saque na sequência e a igualdade foi prontamente restabelecida. A definição do set inicial veio no sétimo game, quando Djokovic e Troicki conseguiram mais um break. Depois disso, os sérvios administraram a vantagem até o final e largaram na frente.

No começo da segunda parcial veio o susto de Djokovic, que pediu atendimento médico no braço direito. As duas chances de quebra para os franceses, no sexto game, e as quatro para os sérvios, no nono, não foram concretizadas e a definição foi para um emocionante tiebreak, em que Mahut e Vasselin levaram a melhor e empataram o jogo.

A definição da partida e do confronto, ambos empatados em 1 a 1, ficou para o match-tiebreak, em que a dupla francesa acabou pecando pelos erros. Eles chegaram a abrir 3-1, com um mini-break de vantagem, mas depois disso não conseguiram mais vencer um ponto sequer e acabaram derrotados por Djokovic e Troicki.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis