Notícias | Dia a dia
Teliana volta à equipe da Fed contra a Alemanha
03/01/2020 às 21h51

A ex-top 50 retorna à equipe nacional para o confronto disputado em Florianópolis

Foto: Arquivo

Florianópolis (SC) - Foram definidas nesta sexta-feira as jogadoras convocadas para defender o Brasil no confronto contra a Alemanha pela Fed Cup. A capitã Roberta Burzagli irá contar com Gabriela Cé, Teliana Pereira, Carolina Meligeni Alves, Luisa Stefani e Laura Pigossi. O duelo contra as alemãs será em 7 e 8 de fevereiro, em Florianópolis (SC), válido pelos qualificatório mundial da competição.

A equipe nacional mantém a base do grupo que venceu o Zonal Americano I no ano passado e depois enfrentou a Eslováquia pelos Playoffs. No entanto, as brasileiras ainda não podem contar com a número 1 do país, Beatriz Haddad Maia, 121ª do ranking. A jogadora de 23 anos cumpre desde julho uma suspensão provisória pela Federação Internacional de Tênis (ITF). Bia testou positivo em exame antidoping e aguarda julgamento e a definição da sentença sobre o tempo que ficará afastada.

Entre os retornos à equipe, destaque para a pernambucana Teliana Pereira, que não disputava a competição desde 2017. A pernambucana de 31 anos e vencedora de dois torneios da WTA em 2015 já esteve entre as 50 melhores do mundo. Atualmennte, ela aprece no 373º lugar do ranking. Teliana foi convocada pela 26ª vez para defender as cores do Brasil na competição. Já Laura Pigossi, 398ª no ranking de simples e 140ª colocada entre as duplistas, foi convocada pela primeira vez desde 2014.

A gaúcha Gabriela Cé atualmente está no posto de número 233 da WTA e foi chamada pela 15ª vez para jogar na Fed Cup. A paulista Carolina Meligeni Alves (396ª) está na sétima convocação. Depois de um ótimo 2019 nas duplas, Luisa Stefani (67ª no ranking de duplas da WTA) também retorna ao time. A jovem de 20 anos Thaísa Pedretti foi convidada para treinar juntamente com a equipe durante o período.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por CBT (@cbtoficial) em

"Eu e a comissão técnica escolhemos essas atletas com base no ranking, principalmente pelo ano de 2019 que elas tiveram, assim como a Thaísa, que foi convidada para treinar com o time. Temos uma pequena mudança em relação aos confrontos anteriores, com duas atletas que se integram ao grupo, mas todas elas se conhecem muito bem, assim como eu as conheço", destaca Roberta Burzagli.

"Temos a volta da Teliana Pereira, que é bastante importante ela estar na equipe. Voltou a jogar depois de um período parada, já obteve um ranking muito bom e certamente a sua experiência vai ser um fator super positivo para a equipe", acrescenta a experiente treinadora.

Brasil e Alemanha se enfrentam no saibro do Costão do Santinho, em Florianópolis (SC). O local com quadras de saibro e no nível do mar foi uma escolha da comissão técnica para duelar contra as europeias. A preparação da equipe começa em 2 de fevereiro, quando as brasileiras se reúnem para os treinamentos em Florianópolis. O duelo é em melhor de cinco partidas, sendo que quem vencer três jogos estará classificado para a fase final da Fed Cup, que reunirá os 12 melhores times do Mundo na Hungria, em abril.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis