Notícias | Dia a dia
Melbourne terá jogo em prol de vítimas do incêndio
03/01/2020 às 09h32

Partida com estrelas do esporte acontecerá no dia 15 de janeiro

Foto: Arquivo

Melbourne (Austrália) - Depois de ATP anunciar uma campanha de arrecadação de fundos para ajudar as vítimas dos incêndios que têm devastado a Austrália nas últimas semanas, a organização do Australian Open também irá utilizar o esporte para trazer maiores benefícios para a população afetada. Uma partida beneficente será disputada no dia 15 de janeiro na Rod Laver Arena, principal quadra do Grand Slam australiano. Além disso, alguns shows musicais acontecerão no dia 19, véspera do início da competição.

A ideia não chega a ser inédita. Em 2011, quando o país sofreu com graves enchentes durante o verão, várias estrelas do esporte fizeram um jogo de exibição para caridade. Também foi feito um evento semelhante em 2010, para ajudar as vítimas do terremoto no Haiti.

"É comovente ver a devastação que os incêndios florestais estão causando em todo o país e ver tantas pessoas e comunidades sofrendo", disse Craig Tiley, diretor do torneio. "Estamos trabalhando em estreita colaboração com os principais jogadores e já tivemos uma ótima resposta, com muitos deles interessados em ajudar essa causa incrivelmente importante".

"Estamos ansiosos para proporcionar uma noite de tênis e entretenimento excelentes para arrecadar o máximo de dinheiro possível para o alívio de incêndios florestais", acrescentou o executivo, que também atua como CEO da Tennis Austrália, federação de tênis do país.

Jogadores e torneios abraçam campanha
Na última quinta-feira, a ATP anunciou que irá doar US$ 100 para Cruz Vermelha Australiana a cada ace disparado na ATP Cup, competição que estreia no calendário do circuito e passa pelas cidades de Brisbane. Tenistas australianos como Nick Kyrgios, Samantha Stosur, Alex de Minaur e John Millman também anunciaram projetos semelhantes em suas redes sociais.

Já nesta sexta-feira, foi definido que os torneios da WTA em Brisbane e Hobart, além do evento conjunto em Adelaide e do challenger de Canberra (que foi transferido para Bendigo, por conta da má qualidade do ar) também foram incluídos no projeto de arrecadação de fundos.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis