Notícias | Dia a dia
Anderson busca ritmo de jogo após 'ano difícil'
01/01/2020 às 14h53

Anderson disputa seu primeiro torneio desde Wimbledon. Ele aparece atualmente no 91º lugar do ranking

Foto: Divulgação

Brisbane (Austrália) - Depois de sofrer com lesões em 2019 e disputar apenas cinco torneios na última temporada, Kevin Anderson está pronto para voltar ao circuito. O experiente sul-africano de 33 anos reforça sua equipe na ATP Cup, competição entre países que estreia no calendário do circuito masculino.

Anderson teve um problema no cotovelo durante o primeiro semestre do ano passado. Depois, já na temporada de grama, sofreu uma grave lesão no joelho direito e precisou passar por cirurgia em setembro. O ex-número 5 do mundo está sem jogar desde Wimbledon e aparece atualmente apenas no 91º lugar do ranking mundial.

"Dentro de quadra, o ano de 2019 foi um muito difícil para mim", disse Anderson, após realizar seus primeiros treinos em Brisbane. "Vinha da minha melhor temporada e comecei bem o ano, ganhando um título em Pune, mas então as lesões me atingiram, primeiro no cotovelo e depois no joelho".

"Olhando para trás, você sempre acha que poderia ter feito melhor, mas fora da quadra, minha esposa e eu sabíamos que teríamos nossa primeira bebê. Portanto, foi uma bênção poder passar mais tempo com minha família, especialmente em casa. Em suma, estou ansioso para voltar a jogar", comenta o sul-africano, que comemorou o nascimento da filha Keira em setembro.

A África do Sul está no Grupo A da ATP Cup e ficará em Brisbane durante a primeira fase da competição. A estreia será na madrugada de sábado, contra a Sérvia de Novak Djokovic. A chave ainda conta com os times da França e do Chile. "Será um evento incrível. Defender a África do Sul em um grande palco e com a garantia de que farei pelo menos três partidas é uma maneira perfeita de começar a temporada. Esse formato faz muito sentido para os jogadores", avaliou o veterano de 33 anos.

A equipe sul-africana ainda conta com o jovem de 22 anos Lloyd Harris, número 99 do mundo, e com o experiente duplista de 37 anos Raven Klaasen, oitavo colocado no ranking de especialistas da modalidade. Completam o elenco os jogadores Ruan Roelofse e Khololwam Montsi. "Temos uma boa equipe com Lloyd, que continua melhorando, e Raven, que teve um ano incrível em duplas", comentou Anderson.

"Estarei saudável e pronto para jogar. Trago muita experiência e já joguei com muitos desses caras antes. Voltar de lesão é sempre um pouco complicado, mas do jeito que meus treinos estão indo, eu já estarei pronto para entrar em quadra no dia da estreia".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis