Notícias | Dia a dia
HIngis afirma que Barty deu nova vida ao circuito
29/12/2019 às 15h11

Hingis elogia a variedade de golpes da número 1 Barty e acredita que a pressão será menor em Melbourne

Foto: Arquivo

Melbourne (Austrália) - Quando Ashleigh Barty iniciou a carreira, era impossível não comparar seu estilo requintado ao de Martina Hingis. Mas a australiana demorou para achar o caminho, chegou a se afastar um tempo do circuito e agora, quando conquistou seu primeiro Grand Slam e assumiu a ponta do ranking, a similaridade voltou a ser discutida.

Em entrevista ao periódico 7News, a própria Hingis encheu a australiana de elogios e diz que seu estilo é hoje um alívio para o tênis feminino. "Ela faz coisas realmente incríveis, e adoro esse jeito tão fluído de jogar", afirmou a suíça. "Ela sempre teve todos os golpes, mas não sabia direito como usá-los. Agora se encontrou e sabe de seu potencial. Com a variedade que possui, podemos chamar isso de tênis, não aquela coisa de apenas força. Barty até consegue bater forte, mas no conjunto tem um estilo que não vemos no circuito feminino há pelo menos 10 anos".

Hingis acredita que Barty saberá lidar melhor com a pressão no próximo Australian Open, já que venceu Roland Garros e virou número 1 antes. "Não precisa provar mais nada a ninguém, então vai à quadra por puro prazer e isso explica seu sucesso". A suíça, que venceu seu primeiro Slam de duplasaos 15 anos e faturou o Australian Open de simples aos 16, diz entender a pressão sobre o tenista da casa.

"Vi Barty jogar com essa idade, seu primeiro Australian Open, e acho que havia muita pressão. Imagine perder em casa logo na estreia. Eu tive sorte de sempre ter a família do meu lado e raramente jogar em casa", argumentou. "Não é nada fácil para um australiano jogar aqui, mas acho que vai ser diferente com Barty em 2020".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva