Notícias | Dia a dia
Andreescu: 'Após IW pensei em vencer um Slam'
27/12/2019 às 08h49

Toronto (Canadá) - Atual campeã do US Open, a jovem canadense Bianca Andreescu já se consolidou como um dos nomes fortes no circuito feminino, fechando a temporada na quinta colocação no ranking. Ela também brilhou em seu país, onde foi eleita a melhor atleta do ano com uma expressiva votação de 66 dos 68 votantes.

Mesmo com a pouca idade e as muitas vitórias, Andreescu não se contenta com o que já alcançou e quer seguir melhorando. “Acho que agora estou em um estágio em que consigo escolher o golpe certo na hora certa. Esse é um desafio que enfrentei nesse ano e tentei melhorar: saber qual bola tirar do meu arsenal na hora certa. E acho que ainda posso continuar evoluindo”, afirmou.

A tenista de apenas 19 anos destacou dois jogos importantes na temporada, ambos em sua campanha rumo ao título de Indian Wells, o primeiro da carreira. “A vitória sobre (Dominika) Cibulkova teve um efeito diferente em mim porque depois joguei contra (Garbiñe) Muguruza e foi minha melhor partida em 2019”, contou a canadense.

“Ganhei por 6/0 e 6/1, o que é muito estranho. Acho que depois desse momento, realmente pensei em conquistar um Grand Slam”, complementou Andreescu, que batera Cibulkova na segunda rodada e Muguruza nas quartas. Ela ainda derrubou a ucraniana Elina Svitolina nas semifinais e a alemã Angelique Kerber na final.

Andreescu revelou que quando entra em quadra tenta não se concentrar em quem está do outro lado. “Acho que isso me ajudou a alcançar o que consegui”, observou a dona de três títulos na última temporada, que também falou sobre seus principais pontos fortes como tenista e destacou a capacidade de crescer nos momentos adversos.

“Sempre que estou enfrentando alguém do top 5 ou do top 10, meu nível simplesmente aumenta. Acho muito bom isso acontecer, até porque preciso querer ser cada vez melhor quando enfrento grandes rivais. Não sei como consigo, simplesmente acontece”, finalizou a canadense, que tem oito vitórias e duas derrotas contra top 10.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis