Notícias | Dia a dia
Nadal foi único a não sair do top 10 na década
26/12/2019 às 14h04

Madri (Espanha) - Atual líder do ranking, o espanhol Rafael Nadal vai completar uma década seguida dentro do top 10. O canhoto de Mallorca é o único a permanecer o tempo todo entre os 10 melhores do mundo na ATP entre o dia 1º de janeiro de 2010 e o dia 31 de dezembro de 2019, algo que nem o sérvio Novak Djokovic e tampouco o suíço Roger Federer conseguiram.

Nadal vai passar todos os 3.652 dias desse período dentro do top 10. Depois dele, quem mais tempo ficou nessa faixa de ranking foi Federer, com 3.568 dias (97,7%), seguido bem de perto por Djokovic e seus 3.400 dias entre os dez melhores do mundo (93,1%).

O britânico Andy Murray é o quarto colocado na lista, mas já com uma distância considerável em relação aos três primeiros. Ele ficou 2.824 dias (77,33%) no top 10. Fecha o top 5 da lista o tcheco Tomas Berdych, que se aposentou no fim deste ano após passar 2.394 dias dos últimos dez anos entre os 10 melhores do mundo.

Também recém-aposentado, o espanhol David Ferrer é o sexto (2.051 semanas). Completam o top 10: o suíço Stan Wawrinka (1.715), o argentino Juan Martin del Potro (1.648), o japonês Kei Nishikori (1.484) e o francês Jo-Wilfried Tsonga (1.480).

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva