Notícias | Dia a dia
Alemão entende os jogadores que se vendem
26/12/2019 às 10h48

Berlim (Alemanha) - Atual 94 do mundo, o alemão Dominik Koepfer foi firme em suas palavras na entrevista concedida ao canal de televisão ZDF. Embora não apoie aqueles que participem de esquemas para vender resultados, o tenista de 25 anos afirmou entender muito bem os companheiros que acabam se corrompendo.

“Imagino que haja muitos colegas meus desesperados com a sua situação financeira que não veem outro caminho senão entrar nestes esquemas ilegais. Nos níveis mais baixos do circuito, é praticamente impossível financiar viagens, treinadores e preparadores físicos com aquilo que ganhamos dentro de quadra”, afirmou Koepfer.

“Eu tive a sorte de ter bons pais, mas nem todo mundo pode afirmar o mesmo”, acrescentou o germânico, que soma apenas cinco vitórias e sete derrotas em nível ATP. Profissional desde 2016, Koepfer faturou em toda sua carreira US$ 650 mil em premiações, sendo que 54 jogadores faturaram pelo menos US$ 1 milhão só na última temporada.

Koepfer começou mais tarde no circuito porque cursou finanças na Universidade de Tulane in Nova Orleans, se formando em 2016. Como profissional, ele entrou pela primeira vez no top 100 em setembro de 2019 e dois meses depois alcançou seu melhor ranking, ocupando a 83ª colocação.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva