Notícias | Dia a dia
Britânico lamenta encarar racismo quase diário
24/12/2019 às 16h58

Londres (Inglaterra) - O britânico Jay Clarke usou as redes sociais para lamentar ainda ter que enfrentar racismo quase que diariamente. Ele afirmou que, devido à sua cor de pele, é vítima de atitudes racistas praticamente todos os dias ao comentar uma publicação do conterrâneo e companheiro de circuito Liam Broady.

“Um dos meus melhores amigos precisa se esconder para não ser agredido por causa da cor de sua pele e vocês dizem que racismo não existe neste país? Vejo que as coisas estão piorando e não melhorando”, escreveu Broady, que foi complementado por Clarke. “Não posso dizer que já passei por uma experiência assim, mas sofro atos racistas pelo menos uma vez por dia em 90% deles”.

Tenista de 21 anos de idade, Clarke ocupa atualmente a 154ª colocação no ranking, uma abaixo de sua melhor marca. Ele é o quinto melhor britânico na ATP, ficando atrás apenas de Daniel Evans (42º), Cameron Norrie (53º), Kyle Edmund (69º) e Andy Murray (125º).

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis