Notícias | Beach Tennis
Beach: definidos últimos campeões do Rei e Rainha
11/12/2019 às 16h56

Paulo Carneiro, Top 1 e Rei dos 55 anos.

Foto: Sandra Bandeira

Rio de Janeiro (RJ) - Foram definidos neste final de semana, os últimos Reis e Rainhas do Beach Tennis do Rio de Janeiro, agora nas Categorias de Master, que vão de 40 até + de 65 anos, evento que finalizou a temporada do Circuito RJ, na praia de São Conrado. Após o evento ficou definido também os melhores do ano em cada categoria, vencendo o Top 1 da premiação. O circuito foi organizado pela Associação de Beach Tennis do Estado do Rio de Janeiro.

Nos 40 anos feminino, a Rainha foi Roberta Maia, vencendo a disputa com as cinco melhores da categoria, mas Monica Buchele faturou o Top1 do ano. Nos 45 anos, dobradinha para Nelcimar Queiroz vencendo o Rei e levando prêmio de Top 1. No feminino, dobradinha também para Letícia Lahmann. Nos 50 anos, Mauro Ferreira venceu a disputa do Rei, mas Ricardo Castro foi o melhor do ano. Entre as mulheres, Maria Jácome foi eleita a Rainha e Flávia Martins foi a vencedora do ano.

Nos 55 anos, Paulo Carneiro fez a dobradinha. Ele é pai do ex-top 10 mundial Diogo Carneiro e de João Lauro Carneiro, de 20 anos, entre os melhores do país. Entre as mulheres, Maria Perez foi a vencedora do Top1 e Cacau Vargas venceu a Rainha. Nos 60, Mauro Teixeira e Ana Pons foram os Top1, com Pons também vecendo a Rainha e Mauro Figueiredo ganhou o Rei. Nos 65, o título ficou com Alain Bouquerel como Top 1 e Rei.

O primeiro final de semana teve campeões definidos nas categorias A (Avançado), B (Intermediário) e C (Iniciante) nas modalidades duplas masculina, feminino e mistas com os oito melhores homens e mulheres na disputa em cada categoria. O Hotel Nacional realizou a Festa de Encerramento com um coquetel animado pelo DJ.

José Luiz Araújo, presidente da ABTERJ, comemorou. "Gostaríamos de agradecer aos apoiadores que proporcionaram mais uma temporada do Circuito ABTERJ, desta vez com 18 etapas, sendo 6 só de Master com a participação 1.400 atletas, fechando com o Rei e Rainha aqui em frente ao Hotel Nacional. Foi um ano de crescimento e certamente teremos mais para 2020", disse. Marcelo Mayvald, superintendente da Zona Sul, também estava satisfeito. "Somente com esses números de 1400 atletas em dez etapas podemos mensurar o crescimento do esporte no Rio de Janeiro e também no Brasil. Estamos felizes em apoiar o circuito e contribuir com o esporte."

Comentários