Notícias | Dia a dia
Andreescu é a Revelação, Bencic tem Retorno do Ano
11/12/2019 às 13h48

Andreescu começou a temporada no 152º lugar do ranking e já aparece na quinta posição

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Foram conhecidas nesta quarta-feira as vencedoras de novos prêmios individuais da WTA. Entre as categorias estão a Revelação, Retorno do Ano e o prêmio para a Jogadora que mais evoluiu. A votação foi feita por jornalistas.

A canadense Bianca Andreescu foi eleita a revelação da temporada. A jovem jogadora de 19 anos teve um 2019 tão bom que também foi indicada na categoria principal. Ela era apenas a 152ª colocada no ranking em janeiro, mas já estava no top 30 em março, depois de ser campeã de Indian Wells. No segundo semestre, foi campeã em Toronto e no US Open, chegando a ter 17 vitórias seguidas no circuito para entrar no top 5.

Andreescu concorria com a precoce norte-americana de 15 anos Coco Gauff, que saltou mais de 800 posições durante o ano para alcançar o 68º lugar do ranking. Outas candidadas eram a ucraniana Dayana Yastremska, a tcheca Karolina Muchova e a cazaque Elena Rybakina.

Bencic tem Retorno do Ano
A suíça Belinda Bencic, número 8 do mundo, ganhou o prêmio de Retorno do Ano. Ela iniciou a temporada no 54º lugar do ranking, foi campeã em Dubai e em Moscou e semifinalista de Indian Wells e do US Open. Com os resultados, conseguiu uma inédita classificação para o WTA Finals. Aos 22 anos, igualou o melhor ranking da carreira, que foi o sétimo lugar, alcançado pela primeira vez em 2016.

Considerada uma grande promessa do tênis desde os tempos de juvenil, Bencic chegou ao top 10 com apenas 18 anos. No entanto, a suíça sofreu com lesões nas costas e no punho nos últimos anos e chegou a sair do top 300 do ranking em 2017. A solução encontrada por ela para recuperar ritmo de jogo e confiança foi trilhar todo o caminho de volta desde os torneios menores.

As outras candidatas ao prêmio de Retorno do Ano eram a russa Svetlana Kuznetsova e a norte-americana Bethanie Mattek-Sands.

 

Kenin é quem mais evoluiu
Bencic também concorria ao prêmio de Jogadora que mais evoluiu, mas a escolhida foi a norte-americana Sofia Kenin. A jovem jogadora de 21 anos começou a temporada no 48º lugar do ranking e já ocupa o 12º lugar. Só neste ano, ela conquistou três títulos de WTA em Hobart, Mallorca e Guangzhou, além de ter sido finalista em Acapulco. A lista de candidatas ainda contava com as norte-americanas Amanda Anisimova e Alison Riske, além da croata Donna Vekic e da chinesa Saisai Zheng.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis