Notícias | Dia a dia
ATP elege as cinco grandes viradas em Slam de 2019
08/12/2019 às 12h23

Miami (EUA) - A incrível reação de Kei Nishikori diante de Pablo Carreño, nas oitavas de final do Australian Open, foi eleita a principal virada do ano em torneios de Grand Slam pela Associação Masculina (ATP).

Veja as cinco principais eleitas e relembre como foram esses jogos emocionates:

1. Nishikori v. Carreño, quarta rodada do Australian Open
Depois de ganhar dois jogos no quinto set, o japonês perdeu os dois primeiros para o espanhol e ainda foi quebrado para 3/2 e saque no terceiro. O jogo acabou decidido no novo regulamento do match-tiebreak. Carreño abriu 8-5 mas Nishikori ganhou cinco pontos seguidos.

2. Chung v. Verdasco, segunda rodada do US Open
Depois de mais seis meses afastado por contusão nas costas, jovem coreano passou o quali e estreou com vitória em cinco sets. Aí viu o experiente Verdasco abrir 2 a 0. Reagiu e levou ao quinto. O espanhol fez 3/1 e sacou para o jogo com 5/3, tendo match-point no 6/5 antes de o coreano ganhar no tiebreak por 7-3.

3. Mahut v. Cecchinato, primeira rodada de Roland Garros
Convidado de 37 anos por estar fora do top 250 do ranking e vindo de muitas contusões, ainda encarou italiano que era o semi do ano passado. Quando Cecchianto disparou no placar, Mahut deve ter pensado na sua estatística negativa de 1-38 após perder os dois primeiros sets em Slam. A torcida ajudou muito ele venceu por 6/4 no quinto set.

4. Cilic v. Verdasco, terceira rodada do Australian Open
Outro vez o espanhol deixou escapar. Pior ainda, teve dois match-points no tiebreak do quarto set, o segundo desperdiçado com dupla falta. Cilic fechou por 6/3 no terceiro com um total de 66 winners na partida.

5. Bedene v. Paire, segunda rodada do US Open
Francês era amplo favorito, com 4 a 1 no histórico e vivendo temporada com três títulos de ATP. Sacou para a vitória com 5/3 no quarto set e chegou a três match-points, cometendo então um erro atrás do outro. Voltou a ter 3/0 e 4/2 no quinto set, mas o esloveno levou ao tiebreak e ganhou após 4h03.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva