Notícias | Dia a dia
Nadal nega acusações de privilégio e prefeito rebate
08/12/2019 às 09h47

A academia de Nadal erguida em Manacor é um empreendimento esplêndico

Foto: Site oficial

Manacor (Espanha) - Diante das alegações da Prefeitura de Manacor de que teria obtido 'tratamento especial' para a construção de sua academia, em 2016, o número 1 do mundo Rafael Nadal divulgou neste sábado uma carta à imprensa refutando totalmente as acusações.

"Tudo foi feito de forma democrática", afirma ele no documento, em que nega favorecimentos para aprovar a obra. Também garante que pagou todos os impostos devidos à Prefeitura desde o início da construção.

A polêmica surgiu quando o prefeito Miguel Oliver deu a entender em entrevista que a cidade fez concessões especiais que permitiram a construção da Academia Nadal. Em suas palavras, foi importante ter o centro de tênis mas "não me sinto confortável pela forma como isso foi feito".

Depois de ler a declaração de Nadal à imprensa, Oliver respondeu duramente e apontou 'mentiras'. Disse até não acreditar que a carta tenha sido escrita por Rafa.

A academia tem sido um dos pontos mais visitados da ilha, tendo 19 quadras sintéticas e 7 quadras de saibro, empregando cerca de 300 pessoas.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis