Notícias | Dia a dia
Final de Wimbledon é o melhor jogo de Slam do ano
05/12/2019 às 13h53

Djokovic salvou dois match points para superar Federer na final em Londres

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Depois de definir os seis principais jogos de seu circuito regular, a ATP também divulgou uma lista dos seis melhores jogos de Grand Slam em 2019. O destaque ficou para a final de Wimbledon, em que Novak Djokovic salvou dois match points e venceu Roger Federer por 7/6 (7-5), 1/6, 7/6 (7-4), 4/6 e 13/12 (7-3) em 4h57 de disputa.

Com isso, Djokovic conquistou seu quinto título em Wimbledon e o 16º Grand Slam de sua carreira. O sérvio também impediu que Federer ampliasse sua liderança no recorde de títulos de Slam. Atualmente, o suíço possui 20 conquistas contra 19 de Rafael Nadal.

A partida foi também a primeira no Grand Slam após a mudança de regra que estabeleceu um tiebreak no último set se a parcial chegar empatada por 12/12. Esta também foi a final mais longa na história do torneio, disputado desde 1877.

Duelo entre Wawrinka e Tsitsipas fica em segundo
O segundo lugar na lista da ATP fica para a vitória de Stan Wawrinka sobre Stefanos Tsitsipas pelas oitavas de final de Roland Garros. O duelo de 5h09 terminou com parciais de 7/6 (8-6), 5/7, 6/4, 3/6 e 8/6 a favor do suíço diante do grego.

Final do US Open em terceiro
Outro duelo de cinco sets em destaque foi a final do US Open. Rafael Nadal conquistou seu quarto título em Nova York e o 19º Grand Slam ao superar o russo Daniil Medvedev por 7/5, 3/6, 5/7, 4/6 e 6/4.

Em quarto lugar fica a vitória do espanhol Roberto Bautista Agut sobre o britânico Andy Murray na primeira rodada do Australian Open por 6/4, 6/4, 6/7 (5-7), 6/7 (4-7) e 6/2. Na época, o britânico pretendia se aposentar do circuito e chegou a receber homenagens por sua vitoriosa carreira no circuito.

A vitória de Roger Federer sobre Rafael Nadal na semifinal de Wimbledon por 7/6 (7-3), 1/6, 6/3 e 6/4 fica em quinto lugar da lista. Já o sexto lugar está com a vitória de Milos Raonic sobre Stan Wawrinka na Austrália por 7/6 (7-4), 6/7 (6-8), 7/6 (13-11) e 7/6 (7-5).

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis