Notícias | Dia a dia
Barty recebe a Medalha Newcombe pela 3ª vez
04/12/2019 às 17h04

A australiana também havia recebido o prêmio nos dois últimos anos

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Líder do ranking mundial da WTA, Ashleigh Barty não para de receber prêmios individuais por sua excelente temporada no circuito. Na última segunda-feira, a australiana de 23 anos recebeu pela terceira vez a Medalha Newcombe, maior honraria oferecida pela Tennis Australia.

Barty já havia recebido o prêmio pela primeira vez em 2017. Já no ano passado, foram entregues duas medalhas, uma para ela e outra para Alex de Minaur. A australiana também já havia recebido o prêmio de melhor tenista juvenil do país em outras três ocasiões. A medalha é entregue por John Newcombe, ex-número 1 do mundo e vencedor de cinco títulos de Grand Slam.

Ao longo de 2019, Barty conquistou seu primeiro título de Grand Slam em simples no saibro de Roland Garros. Ela também foi campeã em Miami, Birmingham e no WTA Finals, além de ter liderado sua equipe numa campanha até a final da Fed Cup, que terminou com o título de França. A australiana ainda foi ainda a primeira atleta de seu país a terminar uma temporada no topo do ranking.

"Sou incrivelmente grata por estar aqui esta noite", disse Barty, em seu discurso. "Esta é uma noite de comemoração para todos os envolvidos no tênis e para todos que fazem parte da nossa família do tênis. Estou extremamente feliz por ter uma rede de suporte tão incrível ao meu redor. É muito especial para mim ter meus pais e meu primeiro treinador, Jim (Joyce) aqui. Eles me deram amor incondicional e apoio em todos os bons e maus momentos".

Barty também agradeceu ao treinador Craig Tyzzer, ao agente Nikki Craig e ao psicólogo Ben Crowe, entre outros, durante seu discurso de aceitação. Tyzzer, aliás, foi escolhido o melhor técnico australiano da temporada.

Stosur também é premiada em Melbourne
A veterana Samantha Stosur, jogadora de 35 anos e atual 99ª do ranking, também foi homenageada na última segunda-feira. A ex-número 4 do mundo e campeã do US Open de 2011 recebeu o prêmio Spirit of Tennis, por sua liderança, profissionalismo e impacto positivo para o esporte australiano. Ela já havia recebido a Medalha Newcombe em três ocasiões seguidas, entre 2010 e 2012.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis