Notícias | Dia a dia
Australiano foi o recordista de vitórias na temporada
04/12/2019 às 11h47

Sydney (Austrália) - Não é só de Grand Slam, Masters 1000 e torneios da ATP que vive o circuito profissional masculino. A maior parte dos jogadores compete em eventos de nível challenger e future e foi justamente um deles aquele que terminou a temporada de 2019 como o maior vencedor do ano: o australiano Christopher O'Connell.

Nascido em Sydney, O'Connell começou a temporada sem ranking de simples e de duplas, foi lutando semana a semana em futures e challengers e fechou 2019 na 120ª colocação, a melhor da carreira até então. Segundo levantamento do Punto de Break, ele disputou 31 torneios durante o ano, nenhum deles em nível ATP, chegando à fina de 14 deles.

Ao todo o australiano de 25 anos somou 82 vitórias na temporada, 32 delas em challengers e 50 em futures. Ao todo foram cinco conquistas, três nos futures e duas em challengers.

Entre os jogadores de primeira linha, o russo Daniil Medvedev foi o que somou mais vitórias em 2019, triunfando 59 vezes na temporada. Apenas cinco jogadores ultrapassaram as 50 vitórias na ATP: o espanhol Rafael Nadal (58), o sérvio Novak Djokovic (57), o grego Stefanos Tsitsipas (54) e o suíço Roger Federer (53).

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis