Notícias | Dia a dia
Albot celebra chance de defender país na ATP Cup
01/12/2019 às 14h34

Sydney (Austrália) - Atual 46 do mundo, o moldávio Radu Albot tem motivos de sobra para comemorar neste ano. Além de conquistar seu primeiro título ATP em Delray Beach, o tenista de 30 anos classificou seu país para a disputa da estreante ATP Cup, que será disputada no começo da próxima temporada na Austrália.

“Eu acho que é muito importante para a Moldávia porque países maiores como Ucrânia e Romênia, que fazem fronteira com a Moldávia, não entraram. É legal para o nosso país e para mim também. Vai ser muito interessante, vamos enfrentar os melhores jogadores do mundo. Só tenho coisas positivas para tirar disso”, comemorou em entrevista ao site da ATP.

Além de colocar sua nação no mapa do tênis mundial, Albot também espera servir de inspiração para gerações futuras. “Tenho certeza de que as crianças estão me observando e tentando jogar como eu. Sou um modelo e diria que é muito importante que eles se concentrem, pratiquem e se tornem melhores do que eu um dia”.

O tenista de 30 anos também acredita poder ajudar seus compatriotas companheiros de circuito. Albot é o único de seu país no top 100, sendo que apenas mais um conterrâneo aparece no ranking da ATP, o atual 821 do mundo Alexander Cozbinov, de 24 anos.

“Com certeza é algo legal para eles estarem em um evento tão grande porque jogam apenas torneios futures. Conviver os melhores jogadores do mundo e receber uma grande premiação será uma boa experiência para eles e, com sorte, dará um impulso para que possam melhorar e competir em um nível mais alto”, declarou Albot.

A Moldávia está no Grupo C da ATP Cup ao lado da Bélgica, da Grã-Bretanha e da Bulgária. O primeiro confronto será contra os belgas em Sydney, na sexta-feira dia 3 de janeiro. Dois dias depois eles enfrentarão os búlgaros e fecharão a fase de grupos contra os britânicos.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis