Notícias | Dia a dia
Nadal, Djoko e Federer no top 3 pela oitava vez
26/11/2019 às 13h41

Miami (EUA) - Além de coroar a 200ª semana do espanhol Rafael Nadal como número 1 do mundo, o ranking da última segunda-feira, considerado pela ATP o derradeiro da temporada, comprovou o domínio do Big 3 nos últimos anos. Pela oitava vez, Rafa, o sérvio Novak Djokovic e o suíço Roger Federer fecharam um ano nas três primeiras colocações.

Esta é a segunda temporada seguida que eles terminam dominando o ranking. A maior sequência do Big 3 nos três primeiros lugares no fim de ano se deu entre 2007 e 2011, quando Nadal, Djokovic e Federer passaram cinco anos seguidos terminando no topo.

Pelo terceiro ano seguido, o ranking fecha com cinco ou mais nomes novos dentro do top 10 em relação à temporada anterior. Um deles é o russo Daniil Medvedev, sensação do segundo semestre da temporada, que terminou em quinto. Completam a lista o grego Stefanos Tsitsipas (6º), o italiano Matteo Berrettini (8º), o espanhol Roberto Bautista (9º) e o francês Gael Monfils (10º).

Pela primeira vez desde 2009 quatro jogadores com 23 anos ou menos terminaram o ano no top 10, liderados por Tsitsipas, de 21 anos, e Zverev, de 22, que foi campeão do ATP Finals no ano passado. Berrettini (23) e Medvedev (23) foram os outros no quarteto.

Veja curiosidades sobre os 10 melhores de 2019:

1. Rafael Nadal (ESP) - Termina em primeiro lugar pela quinta vez e é o mais velho a fechar um ano na liderança (33 anos). Foi seu 15º ano consecutivo no top 10, ficando atrás apenas de Jimmy Connors (16).

2. Novak Djokovic (SER) - Número 2 pela terceira vez (2013, 2016) e oitavo vez no top 2. Ele ficou em primeiro lugar por 275 semanas, o terceiro na lista, atrás apenas de Federer (310) e Pete Sampras (286).

3. Roger Federer (SUI) - O mais velho (38anos) a terminar em 3º lugar e registrar a 15ª vez no top 3 (cinco vezes 1º, seis vezes 2º, quatro vezes 3º). Também recorde 17ª vez no Top 10, superando Andre Agassi e Connors (16).

4. Dominic Thiem (AUT) - Seu melhor ranking no final do ano, termina a quarta temporada consecutiva no Top 10.

5. Daniil Medvedev (RUS) - Primeiro russo no top 10 do final do ano desde o nº 10 Mikhail Youzhny em 2010 e no top 5 desde o nº 5 Nikolay Davydenko em 2008.

6. Stefanos Tsitsipas (GRE) - Primeiro jogador da Grécia terminar entre os 10 primeiros e o mais jovem entre os 10 primeiros no final do ano desde o nº 4 de Zverev (20) em 2017.

7. Alexander Zverev (ALE) - O mais jovem (22) a terminar no top 10 por três temporadas consecutivas desde Djokovic (2007 a 2009). Também o primeiro alemão a terminar no top 10 por três anos consecutivos desde Boris Becker (1994 a 1996).

8. Matteo Berrettini (ITA) - Deu o maior salto entre os top 10 da temporada, saindo do 54º lugar para o atual oitavo. É o primeiro italiano no Top 10 no final do ano desde o 10º Corrado Barazzutti em 1978.

9. Roberto Bautista (ESP) - Terminou no top 10 pela primeira vez em sua carreira e é o 16º espanhol a fechar entre os 10 melhores.

10. Gael Monfils (FRA) - Segunda vez que fecha uma temporada no top 10 (a primeira foi em 2016, quando era o 7º). Também se tornou o francês mais velho a terminar no top 10.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis