Notícias | Copa Davis
Lesão na virilha impediu Murray de jogar na Davis
26/11/2019 às 11h40

Madri (Espanha) - O britânico Andy Murray teve participação reduzida na disputa das finais da Copa Davis e só disputou uma única partida na competição, vencendo o holandês Tallon Griekspoor de virada no primeiro confronto de seu time no torneio. Em entrevista ao Daily Mail, ele explicou que não pode jogar mais porque sofreu uma lesão na virilha.

“Fiz uns testes após o jogo contra o Griekspoor, pois sentia fortes dores na região da virilha. Percebi algum desconforto nos dias anteriores ao jogo, mas durante o jogo foi muito maior. Depois de jogar na Antuérpia, tirei 12 dias de folga sem bater em nenhuma bola, algo que afetou significativamente minha preparação para a Copa Davis. A lesão é leve, mas se eu tivesse forçado um pouco mais, poderia ter piorado e por isso não joguei mais”, contou o ex-número 1 do mundo.

“Agora vou descansar por muitos dias e trabalhar duro para reaparecer na ATP Cup no início do próximo ano. Espero que possa estar 100% fisicamente em uma temporada em que tenho grandes expectativas, ainda mais depois de tudo o que aconteceu nos últimos meses”, acrescentou.

Mesmo sem poder contar com Murray em quadra, a equipe britânica foi longe e só parou nas semifinais, superada pelos anfitriões espanhóis. “Eu queria tentar jogar, pois não sabia quantas chances teria de jogar novamente nas quartas de final ou na semifinal da Copa Davis. Obviamente, os demais garotos do time estavam jogando muito bem”, disse Murray.

"Acho que tomei a decisão certa, provavelmente não teria influenciado os jogos de maneira diferente dos meninos que jogaram. Possivelmente os resultados seriam os mesmos”, acrescentou o britânico de 32 anos e atual 126 do mundo.

Comentários