Notícias | Dia a dia
Olimpíada é a meta principal de Djoko em 2020
25/11/2019 às 12h59

Madri (Espanha) - Com a temporada de 2019 encerrada, o sérvio Novak Djokvic só pensa em descansar, aproveitar a família e recarregar as baterias para voltar com tudo em 2020, ano em que já definiu sua principal meta. O atual número 2 do mundo coloca como maior prioridade do próximo ano a busca com uma inédita medalha de ouro olímpica nos Jogos de Tóquio.

“Pessoalmente, minha principal resolução de ano novo é permanecer saudável e passar o máximo de tempo com minha família e rir com meus filhos, com minha esposa e meus irmãos. Para mim, essa é a coisa mais importante”, falou Djokovic logo após a eliminação da Sérvia na Copa Davis, caindo nas quartas de final.

"Em termos de tênis, as Olimpíadas estão definitivamente no topo da lista de desejos para o próximo ano. Joguei o torneio de Tóquio neste ano e fui campeão. Os Jogos Olímpicos serão disputados nas mesmas quadras e acredito que as condições serão bem favoráveis ao meu estilo de jogo”, acrescentou o vice-líder da ATP.

Medalha de bronze nos Jogos de Pequim, Djokovic perdeu para o britânico Andy Murray nas semifinais nos Jogos de Londres em 2012 e depois também foi superado na disputa do bronze pelo argentino Juan Martin del Potro, que quatro anos depois derrubou o sérvio logo na primeira rodada dos Jogos do Rio.

"Estou ansioso por isso. Eu acho que vai ser divertido, as Olimpíadas estão sempre trazendo algo extraordinário. A cada quatro anos você tem a chance de fazer parte do evento esportivo mais importante da história do esporte”, finalizou o tenista de Belgrado.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis